Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Após fugir da polícia, homem invade casa e faz reféns no bairro da Paz

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Homens da Polícia Militar tiveram muito trabalho na noite desta quarta-feira (7) durante uma perseguição policial que aconteceu no Bairro da Paz e que por pouco não terminou com vítimas fatais, tendo em vista que um elemento munido de revólver calibre 38 invadiu uma residência e fez de refém um casal de idosos.

De acordo com Severo, Sargento da Polícia Militar, era por volta das 21h00 quando a guarnição dele estava transitando pela Rua Castro Alves no Bairro da Paz, momento em que parou para tomar água e percebeu uma movimentação estranha no “Bar Oficina Drink’s”. Ele e seu companheiro policial desceram da viatura e observaram que um homem no momento em que viram os policiais fechou a porta. “Ficamos batendo no portão, mas ninguém abriu, fomos nos vizinhos e retornamos para tentar arrebentar o portão, porém, três elementos que estavam fazendo assalto no estabelecimento pularam o muro da casa vizinha e após pularam para a rua”, disse.


Ainda de acordo com informações repassadas ao Pebinha de Açúcar pelo Sargento Severo, os três meliantes estavam em duas motocicletas que foram abandonadas na frente do “Bar Oficina Drink’s” depois que eles levaram aparelhos celulares e dinheiro de clientes e funcionárias do estabelecimento e fugiram quando perceberam a presença da polícia. “Quando estávamos embarcando as motocicletas em nossa viatura, um dos rapazes suspeito de ter praticado o crime foi reconhecido por uma das vítimas, e a partir deste momento ele estava em uma bicicleta e iniciou-se a nossa busca com o objetivo de o prender”, relatou o policial.

O bandido que estava fugindo da polícia trata-se de Genilson dos Santos Costa que tem 30 anos de idade e estava munido de um revólver calibre 38. Por volta das 22h00 o elemento invadiu a Panificadora Linhares que fica localizada na Rua Chico Mendes no Bairro da Paz e fez de reféns a senhora Maria Linhares de 50 anos de idade e o seu esposo José Bernardo que tem 65 anos.

De acordo com Maria Linhares, Genilson dos Santos passou pela panificadora e correu para os fundos do estabelecimento onde é a residência do casal. “Foi tudo muito rápido, estávamos sentados aqui na frente e de repente o elemento chegou fugindo da polícia e se deslocou para os fundos de nossa casa, porém, como tudo estava fechado, ele pegou meu esposo pelo pescoço e o fez de refém apontando a arma a todo tempo para ele. O bandido estava muito nervoso, e a todo tempo pedia a presença de sua mãe e que não fosse morto pelos policiais. Apesar do susto, sou católica, meu esposo é evangélico e vamos sair deste episódio bem e com Deus sempre em nossos corações”, afirmou.

Negociação da polícia foi sucesso

O trabalho de negociação de homens da Polícia Militar para que os reféns fossem liberados sem nenhum perigo de vida foi realizado com bastante sucesso. “Quando observamos que Genilson estava fazendo o casal de refém, imediatamente mantemos a calma, chamamos reforço policial e conseguimos negociar com o elemento. Ele pediu a presença de sua mãe e nossa equipe foi busca-la em uma igreja e assim que ela chegou ao local, conseguimos liberar primeiramente a dona Maria Linhares, logo após José Bernardo e por último efetuamos a prisão de Genilson”, complementou o Sargento Severo.

Vítimas foram à Delegacia

Logo após a chegada de Genilson dos Santos Costa na 20ª Seccional de Policia Civil de Parauapebas, várias vítimas dele e dos outros dois comparsas que acabaram fugindo, o reconheceram e registraram Boletim de Ocorrência contra o elemento que não quis dar detalhes dos crimes à imprensa. “Não tenho nada a falar, já perdi”, relatou Genilson que praticava assaltos e roubos vestido com uniforme de uma empresa que presta serviços para a Rede Celpa.

 

Publicidade

Veja
Também