Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Associações de Produtores de Canaã dos Carajás alcançam patamar para fechar convênios em âmbito nacional

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quatro associações de produtores de Canaã dos Carajás dão grande passo em direção a alcançar capacidade de sustentação e de desenvolvimento de projetos em benefício de suas comunidades. Vila Nova Jerusalém, Américo Santana, Vila Feitosa e Vila Planalto concluem hoje documentação necessária para fecharem convênios com poder público e iniciativa privada e para captação de recursos conforme a Lei nº 13.019/2014 conhecida como novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil.

As entidades participaram de programa desenvolvido pela Vale, em parceria com a Agencia Canaã, com o objetivo de fortalecer o associativismo e o cooperativismo no sudeste do Pará. O programa assegurou às associações, capacitação, consultoria e assessoria contábil. Hoje, elas estão com estatutos sociais revisados e inventário de bens, com todo patrimônio catalogado. As quatro associações contam hoje com 225 famílias associadas.


Para a presidente da Associação de Vila Planalto, Raimundo Mendes, “essa conquista representa na prática a possibilidade de acessar recursos nas esferas municipal, estadual e federal, inclusive participar de emendas impositivas que é uma realidade em Canaã.”

Segundo consta no site do Ministério do Planejamento, o novo marco regulatório fortalece a relação entre a administração e as organizações da sociedade civil por prever mais segurança jurídica ao trabalho realizado pelas organizações e mais transparência na destinação dos recursos públicos, por exemplo. A abrangência da norma é nacional – vale para União, estados e municípios.

Para o presidente da Associação de Vila Planalto, Raimundo Mendes, “essa conquista representa na prática a possibilidade de acessar recursos nas esferas municipal, estadual e federal, inclusive participar de emendas impositivas, que é uma realidade em Canaã.”

Segundo a gerente de Relacionamento com Comunidades da Vale em Canaã, Silvia Cunha, a documentação é uma grande conquista para as associações. “É um degrau importante que elas sobem, estando aptas agora a fechar convênios, captar recursos de fundos e outros investimentos. Demonstra o comprometimento e a organização social e o principal a busca dos associados por ganhos coletivos e não individuais”.

A Diretora Executiva da Agência Canaã, Graça Teixeira, considerou o momento um marco para a história das quatro associações e para Canaã. Ela explica a importância da conquista. “Agora estas associações estão aptas para acessar qualquer tipo de recurso, sejam eles oriundos da iniciativa privada, municipais, estaduais e federais. Poderão também, por meio de projetos, acessar recursos dos fundos dos conselhos municipais disponíveis, como por exemplo o do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente,  que inclusive está com edital aberto”.

Ainda segundo ela, duas destas associações já haviam recebido emendas impositivas. “A Emenda Impositiva é o instrumento pelo qual os vereadores podem apresentar emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA) destinando recursos do Município para determinadas obras, projetos ou instituições e infelizmente por não estarem devidamente regularizadas como agora, não puderam receber o recurso. Temos agora quatro associações empoderadas e prontas para apoiar o desenvolvimento econômico e social de suas comunidades”, conclui Graça comemorando com as associações.

Publicidade

Veja
Também