Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Atleta paraense de basquete em cadeira de rodas é contratado por time de Portugal

Nesta sexta-feira (23/02), no ginásio do SESI Almirante Barroso, a equipe masculina de basquete em cadeira de rodas da Associação dos Deficientes Físicos do Pará (ADFPa) promoveu uma partida de despedida para o atleta paraense Rafael Brito que foi contratado e passará a atuar como efetivo na posição de ala armador da equipe do Basket Clube de Gaia, na cidade de Vila Nova de Gaia, na área metropolitana do Porto, em Portugal. A viagem está marcada para este sábado, dia 24 de fevereiro.

Em setembro do ano passado, com o apoio do Serviço Social da Indústria (SESI/PA), a equipe masculina de basquete em cadeira de rodas da ADFPa foi medalha de prata no Torneio Internacional de Basquetebol em Cadeira de Rodas, na cidade da Covilhã, em Castelo Branco, distrito de Portugal. Durante o torneio Rafael foi destaque como MVP (em português: jogador mais valioso da temporada) chamando a atenção do time português.

Para Rafael, a contratação é a realização de um sonho e o começo de uma nova jornada no esporte e na vida pessoal. “Em menos de um ano aconteceram muitas coisas. Em setembro do ano passado a gente ficou em segundo lugar no torneio em Portugal, quando tivemos dois destaques na equipe, que foi o Renam Medeiros, eleito entre os cinco melhores, e eu como MVP. E isso é motivo de muita alegria pra gente porque, graças ao trabalho desenvolvido pela ADFPa e ao apoio do SESI que abraçou a causa e ajudou a gente a fazer esse intercâmbio, no qual tivermos uma boa colocação e, consequentemente, um mês depois eu fui sondado pela equipe de Portugal”, conta o atleta.

“Há um ano perdi meu pai. Pensei em parar de jogar basquete. Meu pai passou por um ano e meio em um tratamento contra o câncer e só morava eu e ele aqui em casa e aí eu tive que parar de treinar para cuidar do meu pai. Foi um momento muito difícil. Não imaginava que a ida para Portugal em 2023 iria repercutir tanto, mas graças a Deus deu tudo certo e eu estou recebendo essa nova oportunidade”.

Formado em Educação Física, Rafael tem 31 anos de idade, sendo 20 deles dedicados ao basquetebol em cadeira de rodas. “Aos 16 anos, fiz parte da Seleção Brasileira Sub-20 de Basquetebol em Cadeira de Rodas, já fui da Seleção Brasileira, já participei de mundial, fui campeão da Copa América, vice-campeão do Parapan de Jovens em Bogotá, então isso é motivo de muita alegria, de muita honra, poder estar vivendo essa nova etapa da minha vida. Então sou muito grato a todos que me apoiaram”, conclui o atleta paraense.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário