Atletas de Parauapebas são campeões mundiais de Karatê

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os 12 atletas de Parauapebas, que representaram o estado do Pará e respectivamente o Brasil no Campeonato Mundial de Karatê realizado na Itália, foram recebidos na tarde desta quinta-feira (17), no gabinete do prefeito Valmir Mariano. O grupo conquistou na competição treze medalhas, sendo quatro de ouro.

Das crianças e adolescentes que integraram a delegação, três participam do Centro de Referência da Criança e do Adolescente (Criar), desenvolvido pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Nesse projeto são ofertadas onze oficinas, sendo o caratê uma das que se destaca.


Tâmara Vaz Jardim, aluna do Criar, tem nove anos e é faixa laranja, ela foi uma das que conquistou medalha de ouro. “Já passei por vários campeonatos no Brasil e essa foi a primeira vez que fui para o exterior, fiquei muito feliz. Enfrentei três adversárias, fui lutando até conseguir”, comemora a pequena atleta.

“Nos anos anteriores os alunos alcançaram índices necessários e foram convocados pela Confederação de Karatê, porém, não conseguiram recursos para participar do campeonato mundial. Graças à parceria com o Conselho da Criança e do Adolescente (Comdcap) agora esse sonho se realizou”, afirma Denilson Marques, coordenador do Criar.

“Muitas crianças e adolescentes que atendemos vivem em situação de vulnerabilidade social. Temos depoimentos de pais que relatam a mudança no comportamento dos filhos a partir do envolvimento com o esporte”, destaca Leudicy Leão, secretária municipal de Assistência Social.

Além das crianças do Criar, associações de caratê de Parauapebas também enviaram atletas para a competição. De acordo com o secretário de Esporte e Lazer, Marcel Nogueira, todas as instituições filantrópicas que ofertam gratuitamente modalidades esportivas para crianças recebem um apoio do governo municipal.

“Ficamos muito felizes em vê esses resultados. Está valendo a pena investir”, destaca Marcel. Uma dessas associações atende mais de 200 crianças só com o caratê, e assim como o projeto Criar, todas elas cobram dos alunos bom desempenho na escola e comportamento exemplar em casa como condição para participarem das competições.

O prefeito Valmir Mariano parabenizou todos os atletas pelo empenho e dedicação e reforçou a importância deles se manterem bem na escola. “Quero que vocês conquistem medalhas de ouro, prata e bronze também na escola, pois no esporte vocês já são campeões”, finalizou o prefeito.

Reportagem: Karine Gomes / Foto: Anderson Souza

Publicidade

veja também