Audiência pública marca mais uma etapa para a elaboração do Plano de Mobilidade de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A fim de apresentar à população e discutir o relatório de diagnóstico do sistema de transporte do município, a  Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), realizou uma audiência pública na noite dessa quarta-feira, 1, na Câmara Municipal.

O Plano de Mobilidade Urbana é o instrumento de efetivação da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que tem como objetivo a integração entre os diferentes modos de transporte e a melhoria da acessibilidade e mobilidade de pessoas e cargas no território do município.


Representantes de associações, cooperativas, sindicatos, órgãos públicos, vereadores, secretários municipais, grupos de ciclistas e população em geral marcaram presença durante a audiência, realizada de forma presencial e on-line no perfil da prefeitura no Facebook e retransmitida simultaneamente pelo portal Pebinha de Açúcar e Tabloide Pará.

A plateia participou ativamente com perguntas durante o evento, como a presidente da Associação de Moradores Parque das Nações 1 e 2, Roseane Sousa.  “É bom saber que o governo está fazendo um planejamento para melhorar as condições da nossa cidade. Temos muitas dúvidas e também críticas sobre algumas coisas, como rotas de ônibus e as condições das ruas, que esperamos que sejam consideradas a partir desse plano”, destaca.

Para o secretário municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Denis Assunção, é importante a participação popular durante a audiência. “Ficamos felizes em ver a população participando ativamente de mais essa etapa para a elaboração do plano, que já vem sendo desenvolvido de maneira brilhante pela equipe técnica, pois apenas com a contribuição de cada um poderemos avançar para pensar a mobilidade urbana que de fato atenda a população”, enfatiza.

Foram coletadas sugestões, críticas, e opiniões da comunidade, principalmente em relação à acessibilidade para pessoas com deficiência, rotas de transporte coletivo, melhorias na infraestrutura das vias, calçadas e ciclovias, que irão contribuir com o aprimoramento do plano.

O vice-prefeito, João Trindade, destaca o desafio de realizar o planejamento para uma cidade em crescimento como Parauapebas. “Sabemos do grande desafio das cidades brasileiras em fazer mobilidade urbana, em virtude do crescimento. Temos o propósito de fazer um grande projeto para abranger toda a cidade, por isso precisamos planejar, com seriedade, para que este trabalho possa nortear os problemas relacionados a mobilidade em nosso município”.

Elaboração do estudo

Para a elaboração do diagnóstico, a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese) realizou um estudo, iniciado em 2020, que contemplou visitas técnicas às cooperativas, pesquisas de campo para a obtenção de dados relacionados ao Sistema de Transporte Público de Parauapebas (STPP). A pesquisa levou em conta o sistema viário existente, destacando as vias intermunicipais, arteriais, coletoras, locais, como também calçadas, estacionamentos, ciclovias, além dos trechos ferroviários que cercam o município.

A Fepese realizou ainda a pesquisa domiciliar de Origem e Destino, em junho deste ano, etapa que compreendeu a coleta de informações sobre os deslocamentos realizados pela população para estimar os padrões de locomoção e o perfil socioeconômico dos habitantes da cidade. Foi disponibilizado também um formulário online que ajudou a entender como as pessoas pensam a cidade e qual seu posicionamento sobre os modos de transporte disponíveis a elas.

Planejamento para as demais ações

As próximas etapas para a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana compreendem análise de cenários futuros e orientações estratégicas para a proposição de diretrizes e ações, e uma nova audiência pública para apresentação do prognóstico e orientações estratégicos. A previsão é que o plano seja concluído no primeiro semestre de 2022.

O presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, Ivanaldo Braz, ressalta a importância do plano, que será realizado a partir das necessidades da população. “Temos que trabalhar de forma integrada, tanto o poder público, como a população, para planejar o crescimento da nossa cidade”.

O Plano de Mobilidade Urbana é um instrumento norteador de planejamento de curto, médio e longo prazo que visa à melhoria da mobilidade urbana do município para os próximos 20 anos.

 

veja também