Autoridades desmentem boatos sobre ameaças contra escolas em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a última quinta-feira (19), áudios e mensagens começaram a circular pelas redes sociais, onde pais de alunos estariam assustados com supostas ameaças de facções criminosas. Nas supostas ameaças, os autores afirmavam que aconteceriam massacres nas escolas municipais de Parauapebas, tendo como exemplo um caso recentemente ocorrido nos Estados Unidos.

Em um áudio, um suposto pai, afirmava que uma instituição escolar localizada no Bairro Altamira teria sido invadida e que a polícia havia capturado dois indivíduos armados, no entanto, nenhuma ocorrência referente ao caso foi registrada nas últimas 48 horas na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas.


Em contato com Denis Assunção, titular da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (SEMSI), a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar tomou conhecimento que guarnições da Guarda Municipal e Polícia Militar estão nas ruas e nas escolas realizando rondas para manter a tranquilidade, a ordem e paz de funcionários e alunos.

Em contato com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, a Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Parauapebas (SEMED) descartou qualquer tipo de ocorrência ocorrida na “Capital do Minério” sobre as supostas ameaças e prometeu se manifestar em breve através de uma nota oficial.

Quem também negou qualquer veracidade sobre os áudios que circulam nas redes sociais, foi o comando do 23º Batalhão de Polícia Militar que tem sede em Parauapebas, porém, afirmou que o policiamento ostensivo está sendo reforçado nos quatro cantos da cidade.

veja também