Bairro Novo Tempo começa a receber pavimentação asfáltica em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após muitos anos de espera, o asfalto está chegando para os moradores do Bairro Novo Tempo, em Parauapebas. A pavimentação asfáltica faz parte das execuções previstas, nesta primeira etapa de obras do Projeto de Recuperação e Revitalização do Igarapé Lajeado, executado 100% com recursos do município. No local, está sendo feita toda a infraestrutura com rede de água e esgoto, calçamento, rede de macrodrenagem pluvial e asfaltamento.

“Aqui, no Novo Tempo, estamos fazendo todo o serviço de infraestrutura. Especificamente, estamos trabalhando a terraplanagem com uma camada de pedra rachão para dar mais suporte à camada de base e à camada de asfalto. Estamos utilizando, ainda, o BGS, que é a Brita Graduada Simples na camada de base”, explica Cairo Prudente, engenheiro civil do Prosap.


De acordo com Cairo, estão sendo realizados, em média, de 50 a 70 metros diários de obra para que o impacto à população seja o menor possível. “Sempre tendo um cuidado com os acessos também para que no final do dia a gente possa fechar e seguir com o trecho, levando a obra de uma maneira satisfatória dentro do bairro”, ressalta.

Social

Antes do início das obras, a equipe social do Prosap orienta a comunidade sobre as intervenções que serão realizadas em cada trecho.

“A nossa relação comunitária do Prosap está presente na obra, diariamente, fazendo esse contato com a comunidade e nós, do Serviço Social, também estamos em qualquer interferência, intercedendo junto à população para que essa obra gere menos impacto ao morador. A questão das garagens, da acessibilidade dos moradores, conversamos com esse morador, explicamos a situação e fazemos esse controle”, pontua a assistente social, Roseliana Brito.

Ela reforça que esse diálogo com a comunidade é constante, e estabelecido também por meio da distribuição de comunicados e informativos.

A costureira e moradora do bairro, Maria Mesquita, elogiou o contato que foi feito antes do início das obras. “Desde quinta-feira [14 de abril], eles vêm nos comunicando, e comunicação é importante por parte do Prosap. Esse transtorno é para um benefício maior e não haveria outra maneira, estão fazendo de uma forma correta para melhorias. Eu sou muito grata, pois são dez anos esperando por isso e só tenho a agradecer”, diz Maria.

veja também