Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Belém do Pará está entre os centros urbanos que mais crescerão sobre a Terra até 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um relatório da fundação City Mayors, centro de estudos dedicado a temas urbanos, apresentou quais são as cidades que crescem e continuarão crescendo em ritmo acelerado, recebendo um número maior de novos habitantes do que as demais. Os dados foram elaborados a partir de estatísticas de organizações internacionais publicadas de 2006 até este ano. Utilizam também projeções com horizonte até 2020, supondo que os padrões recentes de crescimento e de declínio serão mantidos nos próximos anos.

A lista completa inclui 300 cidades. De todas elas, nenhuma tem a intensidade do crescimento de Beihai. Trata-se da cidade que mais se expande sobre a superfície da Terra, com uma taxa média de 10,58% ao ano. Beihai fica na costa da China, o que lhe dá uma localização estratégica. Era uma das paradas obrigatórias da rota da seda e ainda hoje mostra-se crucial para o comércio da região, pois está próxima do Vietnã, de Hong Kong e de Macau. Beihai é também um atraente destino de férias, com 24 quilômetros de praias de areia branca permeadas por um mar turquesa. O comércio e o turismo fortes explicam por que tanta gente se muda para lá em busca de oportunidades. Abaixo, as dez primeiras colocadas do ranking.


fastest_growth-620x304

Já entre as brasileiras, a que mais cresce é Brasília. A taxa anual representa menos que um terço da registrada em Beihai, mas é suficiente para colocar a capital federal em 48º lugar entre os centros urbanos que avançam mais rápido no mundo. Confira abaixo as 16 cidades brasileiras que aparecem na lista da City Mayors e que, pelas previsões, registrarão maior crescimento até 2020.
1º) Brasília
Colocação mundial: 48ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,99%

2º) Manaus
Colocação mundial: 62ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,83%

3º) Belém
Colocação mundial: 66ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,79%

4º) Maceió
Colocação mundial: 71ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,75%

5º) Goiânia
Colocação mundial: 101ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,40%

6º) Campinas
Colocação mundial: 103ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,37%

7º) Curitiba
Colocação mundial: 120ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,18%

8º) Vitória
Colocação mundial: 126ª posição
Taxa média de crescimento anual: 2,13%

9º) Belo Horizonte
Colocação mundial: 138ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,99%

10º) Fortaleza
Colocação mundial: 146ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,95%

11º) Salvador
Colocação mundial: 162ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,80%

12º) Santos
Colocação mundial: 171ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,70%

13º) Recife
Colocação mundial: 212ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,39%

14º) Porto Alegre
Colocação mundial: 226ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,26%

15º) São Paulo
Colocação mundial: 253ª posição
Taxa média de crescimento anual: 1,06%

16º) Rio de Janeiro
Colocação mundial: 273ª posição
Taxa média de crescimento anual: 0,93%

Reportagem: Mariana Barros / Revista Veja

Publicidade

Veja
Também