Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Bombeiros resgatam crianças que foram deixadas sozinhas em casa pela mãe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma movimentação que durou pelo menos duas horas, envolvendo Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, assim foi o resgate de duas crianças, ocorrido na tarde de hoje (10) no bairro Beira Rio em Parauapebas.

Trata-se de duas crianças que foram deixadas sozinhas em casa pela mãe, identificada como Karlete Costa dos Santos, de 23 anos de idade. De acordo com a polícia, as crianças estavam trancadas em casa e só depois a mãe apareceu ao local, alegando que havia saído para ir ao supermercado, porém, demorou porque acabou perdendo o dinheiro; alegação não aceita pelo delegado da polícia civil Fabrício Andrade, que enquadrou a acusada pelo crime de abandono de incapaz, já que se trata de um recém-nascido e outro de pouca idade.


“A mãe das crianças foi conduzida aqui para a delegacia onde foi lavrado flagrante e a fiança foi arbitrada. Porém a situação das crianças bem como a guarda das mesmas foi resolvida através do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente”, explicou o delegado Fabrício Andrade.

Conselheira Tutelar Gardênia com a criança recém nascida nas dependência da Seccional de Polícia Civil

 

A Conselheira Tutelar, Gardênia Martins, falou com nossa equipe de reportagens e relatou que, de fato, a mãe havia saído sob a alegação de ir ao supermercado, mas devido sua demora, de pelo menos duas horas, a polícia foi acionada. De acordo com a conselheira, trata-se de uma menina de três meses de nascida e um menino de quatro anos de idade, ambos ficarão com um familiar responsável.

Quem comandou a ação de resgate foi o sargento Henrique, do Corpo de Bombeiros Militar, e ele relata que era por volta de 13h30 quando a corporação foi acionada, e ao chegar no local, encontrou a criança recém-nascida em uma rede e a outra chorando. “Foi preciso escada para entrar na casa pelo telhado, mas no final tudo ficou bem”, conta o militar.

A equipe de reportagens tentou gravar entrevista com a mãe da criança para que a mesma apresentasse sua versão sobre a ocorrência policial, porém, a acusada pelo crime de abandono de incapaz preferiu não se pronunciar.

Reportagem: Ronaldo Modesto, com colaboração de Francesco Costa

Publicidade

Veja
Também