Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Bruno Soares encerra série de entrevistas do “Café com a Imprensa” deste ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na última edição deste ano do “Café com a imprensa” da Câmara Municipal de Parauapebas, o entrevistado foi o vereador Bruno Soares (PP). O projeto durou cinco meses, nesse período a cada semana um ou dois parlamentares ficavam a disposição dos profissionais da imprensa para falar de seus projetos e ações, além da fiscalização do trabalho do prefeito Valmir Mariano e dos secretários.

Bruno Soares, assim como os demais vereadores avaliou a gestão do prefeito. “A atuação do seu Valmir é desastrosa, do ponto de vista como gestor público. Com mais de R$ 1 bilhão nos cofres, foram poucas as ações. E tem um detalhe preocupante, ele não tem muitos recursos humanos, não conta com o apoio de pessoas que possam ajudar. O maior prejuízo que esse governo está tendo é o afastamento das pessoas que poderiam estar ajudando”.


Ao ser questionado sobre qual dos gestores mereceria ganhar o “Oscar” de pior secretário municipal, o parlamentar foi enfático ao indicar Chico Brito, da Cultura. Além deste, apontou ainda Marcel Nogueira (SEMEL), Célio Costa (SEPLAN) e Heleno Costa (SEDEM) como os secretários que exoneraria, caso fosse prefeito.

Outro questionamento feito a Bruno Soares foi sobre a atuação dos vereadores Devanir Martins e João do Feijão, que também são do PP, mas que tem sido contrários as proposições apresentadas por ele. O parlamentar relatou que cada um tem o direito de ter seu ponto de vista. Entretando, destacou que faz sua parte, e a população vai saber que tem apresentado indicações e requerimentos.

O “Café com a imprensa” foi idealizado pela Assessoria de Comunicação Legislativa, com o intuito de divulgar os trabalhos do legislativo. É o que explica o Assessor de Imprensa da Casa de Leis, Alderi Gonçalves. “O “Café com a imprensa” foi criado para funcionar como um mecanismo de aproximação dos vereadores com os profissionais da imprensa e consequentemente da população, pois a medida que a imprensa divulga as ações do legislativo, as pessoas passam a saber como funciona e de que forma trabalham os vereadores” destacou.

Para o presidente da Câmara, Josineto Feitosa (PSDC), esse projeto nada mais é do que uma forma de dar transparência à atuação dos vereadores. “O vereador é uma figura pública, tem a obrigação de prestar contas de suas ações para o povo”.

No próximo ano o projeto “Café com a imprensa” deve ser retomado. Mas o trabalho dos parlamentares do município podem ser acompanhados constantemente, principalmente nas terças-feiras, durante as sessões plenárias.

Reportagem: Nayara Cristina

Publicidade

Veja
Também