Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Câmara aprova projeto de Rafael Ribeiro que cria Dia de Combate ao Tabagismo e em defesa da vida saudável

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na sessão desta terça-feira (20), a Câmara Municipal de Parauapebas aprovou projeto de lei que estabelece 29 de outubro como o Dia Municipal de Combate ao Tabagismo e em Defesa da Vida Saudável. A proposta foi apresentada no final do mês de maio pelo então vereador Rafael Ribeiro e recebeu seis votos a favor e quatro votos contrários.

Com a instituição do Dia Municipal de Combate ao Tabagismo, Parauapebas terá mais uma oportunidade para realizar ações e campanhas de conscientização nas escolas e nas comunidades, além de massificar mensagens visando reduzir o consumo de cigarros e incentivar a prática de esportes e exercícios físicos.


Rafael Ribeiro comemorou a decisão. “O tabagismo se transformou em um gravíssimo caso de saúde pública e vejo os claros benefícios que sua erradicação representam para o bem-estar da população. Por isso, apresentei esse projeto de lei e estou feliz por ver essa ideia se transformar em lei municipal”, disse.

De fato, o tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um quinto da população mundial adulta seja formada por fumantes. Isso equivale a 1,5 bilhão de seres humanos expostos aos malefícios deste hábito ou vício.

O tabagismo está na origem de 90% dos casos de câncer de pulmão e os fumantes têm cerca de 20 vezes mais risco de desenvolver a doença. No Brasil, o câncer de pulmão é o tipo de tumor mais letal. O Brasil ainda registra um elevado número de casos da doença entre fumantes. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o país soma 28.220 novos casos de tumores pulmonares ao ano.

“As estatísticas revelam que os fumantes comparados aos não fumantes apresentam um risco 5 vezes maior de sofrer infarto, 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar e 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral”, lembra Rafael.

“Por tudo isso, é fundamental que o Dia Municipal de Combate ao Tabagismo seja uma oportunidade para que toda a sociedade civil e os órgãos públicos de Parauapebas reflitam sobre os benefícios que podem ser obtidos com uma vida mais saudável, baseada na prática de exercícios físicos e livre do sedentarismo e do consumo de tabaco”, finaliza Rafael Ribeiro.

Após a aprovação, o projeto de lei segue agora para sanção pelo prefeito Darci Lermen para ser publicado sob a forma de lei municipal.

Publicidade

Veja
Também