Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Câmara homenageia 50 anos do Conselho Regional de Serviço Social do Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os certificados foram entregues também a Ana Isabel Mesquita de Oliveira, a Bel Mesquita (representada por Erenilde Barata), por ter sido a primeira Secretária de Assistência Social de Parauapebas e à atual Secretária Leudicy Leão.
A cerimônia contou com a presença do presidente do CRESS, Agostinho Soares Belo, da Secretaria, Leudicy Leão, da representante da Comissão de Articulação Intermunicipal do CRESS, Márcia Miranda, além de estudantes e profissionais de Serviço Social. Estiveram presentes também os vereadores: Israel Pereira, o Miquinha, José Arenes e Eliene Soares (PT); Maridé Gomes (PSC), Major da Mactra (PSDB), Ivanaldo Braz (PDT), Irmã Luzinete (PV) e Odilon Rocha (PMDB) e o presidente da Câmara, Josineto Feitosa (PSDC).


O Serviço Social é a profissão que forma os Assistentes Sociais e tem como foco principal a garantia dos direitos humanos e sociais. Já a Assistência Social é a política que engloba as ações multiprofisssionais, na garantia desses direitos. E o CRESS é o órgão responsável por orientar, fiscalizar, disciplinar e defender o exercício da profissão.
Durante a Sessão Solene o presidente do CRESS, Agostinho Soares Belo, agradeceu a homenagem e ressaltou o quanto é importante o trabalho dos assistentes sociais. “É uma profissão que a cada dia constrói uma identidade, que fundamenta aquilo que é o desejo de todo ser humano: uma sociedade justa, igualitária e fraterna, que garanta os direitos humanos”. Agostinho falou ainda dos novos desafios. “Temos assistentes sociais em todas as áreas, mas nas escolas ainda não. Nós precisamos garantir em lei a presença de assistentes sociais e psicólogos nas escolas”.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Leudicy Leão, destacou que “ a inserção do psicólogo e do assistente social nas escolas é um trabalho preventivo, que pode combater sérios problemas”. Ao parabenizar o CRESS, a secretária ressaltou que “o serviço social é muito gratificante, pois atua de forma a combater as desigualdades”.

A representante da Comissão de Articulação Intermunicipal do CRESS, Márcia Miranda, falou das lutas e das conquistas da categoria em Parauapebas. “Foi o primeiro município do país a estabelecer a carga-horária de 30 horas para os assistentes sociais. Começamos com poucos profissionais, mas hoje somos muitos, muitos para trabalhar em benefício da sociedade”.

A solenidade foi encerrada com a fala das homenageadas. Cléuma Magalhães agradeceu e disse que se sente realizada pela profissão que escolheu e exerce há 21 anos. “Estou muito feliz e com a sensação de dever cumprido. É muito bom olhar e ver todas as conquistas que alcançamos. Foram inúmeras lutas e todas as vezes que procuramos a Câmara tivemos apoio. Todos os vereadores, independentemente do partido, ampararam nossas lutas sociais e trabalhistas”.

Francinete Machado Cruz relatou que seu objetivo é fazer sempre mais pela profissão e pelas pessoas que atende. “Eu costumo dizer que o maior de todos os princípios é o da dignidade humana, pois todos nós temos dignidade, independentemente da cor, do sexo, da religião e do grau de estudos. A dignidade humana é o maior de todos os princípios, é inerente a cada ser humano. E é com esse principio que nós assistentes sociais trabalhamos. Considerando cada pessoa um cidadão”.

Publicidade

Veja
Também