Caminhada contra o trabalho infantil reforça importância de proteção às crianças

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mensagens de conscientização sobre o trabalho infantil foram passadas ao longo do percurso da caminhada, realizada na sexta-feira, 10. Os participantes saíram da rotatória da rua 14 com destino à Concha Acústica, na rua F, levando como principal mensagem: Diga não ao trabalho infantil e convidando a todos para estarem juntos nessa luta.

O combate ao trabalho infantil é realizado durante todo o ano por unidades ligadas à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e outros órgãos municipais. “Nós intensificamos as ações no mês de junho por causa do dia 12, que é o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil”, explica Lucineide Santana, coordenadora de Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti).


A luta visa conscientizar a sociedade quanto a necessidade de uma maior proteção a esse público prioritário, com o aprimoramento de medidas de prevenção, dando às crianças uma infância com oportunidades para estudar e brincar, possibilitando um futuro mais promissor. “É importante a gente mobilizar a sociedade contra o trabalho infantil das nossas crianças do município de Parauapebas. Precisamos conscientizar a população a dizer não também ao trabalho infantil”, conta Vânia Monteiro, secretária de Assistência Social.

Ao longo do mês de junho outras ações em alusão a campanha de Erradicação do Trabalho Infantil serão realizadas no município. A programação tem o objetivo de reforçar o enfrentamento a essa violação de direito e conscientizar a todos sobre a importância de denunciar esta prática que rouba a infância de crianças. Para a diretora técnica da Semas, Vanuza Lira, “é uma campanha nacional e a gente no mês de junho prioriza ela como campanha para a secretaria, para estarmos trabalhando em todos os bairros da cidade, nas unidades de CRAS e CREAS”, comenta.

Na próxima terça-feira, 14, será realizado o Seminário de Erradicação do Trabalho Infantil, a partir das 8h, no auditório do Centro Universitário de Parauapebas (Ceup).

 

veja também