Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Campanha 18 de Maio também chegou nas escolas municipais de Parauapebas

O mês de maio é marcado pela conscientização sobre a prevenção do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. Desde o dia 15 de maio as escolas da rede municipal de ensino de Parauapebas têm realizado diversas ações voltadas para a temática, como palestras, apresentações lúdicas e rodas de conversas.

Alunos dos 3° e 4° ciclos da escola Fernando Pessoa participaram, no dia 18, de uma palestra ministrada por profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) – Bairro dos Minérios com tema “Em sintonia com Maio Laranja”. As atividades da campanha devem continuar até o final do mês.

A vice-gestora da escola Fernando Pessoa, Irene Sousa, destacou o quanto é importante a união de toda a sociedade no combate ao crime e mencionou a relevância da realização de ações voltadas para os estudantes. “É um momento muito importante para os nossos alunos. Este é um momento de reflexão, conscientização sobre esse tema que é de grande relevância para as crianças e toda sociedade”, comentou.

Raquel Brito, gerente do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro dos Minérios, explica que neste mês, durante o Maio Laranja, toda equipe está trabalhando em prol da campanha. “Estamos com várias ações e hoje estamos abordando através do teatro e de dinâmicas a temática para que as crianças e adolescentes possam se identificar”, explica a palestrante. A profissional também destacou que o trabalho é desenvolvido durante o ano todo com o objetivo de prevenir e combater o abuso. “O nosso trabalho é orientar e acolher as vítimas, e dependendo da situação é feito o acompanhamento da família, o atendimento especializado e o encaminhamento para a rede de atendimento, como Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Conselho Tutelar e Polícia Civil”, conclui.

Maio Laranja

Em 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos de idade, chamada Araceli, foi sequestrada, drogada, violentada sexualmente e assassinada, em Vitória (ES). No ano de 1991, os três réus acusados de matar a menina foram absolvidos e o crime permanece impune até hoje.

Após uma forte mobilização em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, foi conquistada a aprovação da Lei Federal 9.970/2000, que estabeleceu o dia 18 de maio como o Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Essa data tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para se engajar na luta pelos direitos das crianças e adolescentes, bem como no combate à violência sexual cometida contra eles. O símbolo da campanha é uma flor de cor laranja. Dentro deste contexto, o mês de maio ficou conhecido como Maio Laranja.

Reportagem: Sandra Bispo

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Ei, Psiu! Já viu essas?

Deixe seu comentário