Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Campanha contra cerol e linha chilena em brincadeiras com pipa é lançada em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A administração municipal está atenta também para as competições com pipas, bastante comuns nessa época do ano. E para alertar a população sobre o uso de materiais cortantes nas brincadeiras, a Prefeitura de Parauapebas lançou, nessa quarta-feira, 17, uma campanha de conscientização com o tema “Cerol na Linha. Corte essa Ideia!”.

Isso porque o uso de cerol e linha chilena é uma prática perigosa que pode não só ferir, mas também levar a vítima à morte.


Como parte integrante da campanha, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) tem desenvolvido ações para coibir as competições em que são usados o cerol e a linha chilena para empinar o brinquedo.

Assim, a Guarda Municipal de Parauapebas (GMP), ligada à Semsi, implantou a operação Vida por um Fio, que consiste em orientar os brincantes e apreender os objetos que oferecem risco à população.

“Durante quatro dias foi apreendido um total de 180 carreteis de linha. A operação é realizada todos os dias e intensificada nos fins de semana. Ao se depararem com pessoas empinando pipas, os guardas municipais fazem a averiguação do material e se for constatado que é cortante, retêm o material”, alerta o coordenador de Fiscalização e Operações da GMP, Aderson Oliveira.

Para prevenir os mototaxistas, que fazem parte do grupo de principais vítimas da brincadeira com materiais cortantes, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), que também integra a estrutura da Semsi, realizou uma ação de conscientização aos condutores para que usem a antena de proteção, instalada na motocicleta.

“Estamos trabalhando na orientação dos mototaxistas, que é um desdobramento da operação Vida por um Fio. As pessoas que usam moto são as que estão mais propensas a sofrer acidente por cerol e linha chilena, que pode ser fatal; e usar a antena é primordial para preservar a vida”, destaca o diretor do DMTT, Raphael Pinheiro.

 

As equipes orientaram os motociclistas do transporte público que trabalham no Terminal Rodoviário, nos bairros Novo Brasil, Tropical, Guanabara e Habitar Feliz, e nos pontos da avenida Ana Karina e da PA-275 próximos ao shopping. O órgão visitou, ainda, os mototaxistas da Avenida dos Ipês e da avenida D, no Cidade Jardim.

“Recomendamos que você, pai, você, mãe, fique atento ao seu filho. Não deixe que ele utilize esse tipo de material que pode causar várias lesões e até mesmo a morte de pessoas inocentes”, adverte o guarda municipal Oliveira.

Outro cuidado que precisa ter é não empinar pipas perto das fiações elétricas. O mais adequado é brincar em locais abertos e com responsabilidade e segurança.

 

Publicidade

Veja
Também