CANAÃ: Emoção de beneficiados marca a entrega de cartões “Reforma e Construção”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A emoção e a gratidão marcaram a entrega de mais 41 Cartões Reforma e Construção, no fim da tarde desta quarta-feira (30), na sede da Secretaria Municipal de Habitação. Com isso, já são mais de 340 famílias beneficiadas com a ação, que ajuda a tirar do papel o sonho de uma casa mais segura e confortável. “É uma honra realizar a entrega desses cartões e poder ver de perto tantas histórias de superação”, comentou a prefeita Josemira Gadelha.

“A luta é grande, mas Deus é maior. Se você tem um sonho e um objetivo, tem que acreditar. Agradeço também essa gestão, que atendeu a gente super bem”, afirmou Divina Pereira Lima, uma das beneficiadas.


O cartão já movimentou mais de R$ 3 milhões na economia local, com a compra de materiais de construção e contratação de mão de obra.

Sobre o Cartão Reforma

O projeto, que está dentro do Programa Moradia Digna, busca incentivar a melhoria de habitações em Canaã, além de movimentar o mercado local de construção civil.

Por meio do Cartão, as famílias poderão realizar a compra de materiais de construção e pagamento de mão de obra. Os beneficiários serão escolhidos por meio de seleção pública periódica, com publicação de edital para a adesão ao Programa.

O Cartão na modalidade construção é voltado para pessoas que possuem terreno não edificado ou com edificação precária, até o limite de R$ 60 mil. Já a categoria reforma e ampliação é voltada para famílias que desejam executar melhorias e recuperações em suas residências.

Para se enquadrar no benefício, o interessado deve ter renda familiar mensal bruta de, no máximo, três salários mínimos; possuir apenas um imóvel no nome do chefe da família; não ter sido beneficiado em outro programa de habitação; além de estar inscrito no cadastro habitacional há mais de dois anos.

É importante destacar que o imóvel objeto do benefício deve ter quitação mínima de 25% do valor total da aquisição. Confira todos os critérios clicando aqui.

Do total do valor do financiamento, 70% deve ser destinado à compra de materiais de construção e 30% para pagamento de mão de obra.

veja também