Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Carceragem de Parauapebas recebe avaliação positiva do Conselho da Comunidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após visitar as obras do presídio que, de acordo com previsões da empreiteira será entregue no mês de abril, o Conselho da Comunidade esteve visitando a carceragem que fica localizada no Bairro Rio Verde, em Parauapebas.

O local que vem passando por diversas melhorias, abriga atualmente 100 detentos que deverão ser transferidos para o novo presídio tão logo seja inaugurado. O número atual é considerado normal, já que a quantidade de celas foi ampliada para que suporte a demanda.


Segundo membros do Conselho da Comunidade, a visita ocorrida na tarde da última terça-feira (12), trata-se de um ato de rotina do órgão, que avaliou como adequadas as instalações oferecidas aos detentos, parte deles, presos provisórios que ainda aguardam julgamento.

“Fizemos diversas adequações, desde que assumimos a direção desta carceragem, tanto no que diz respeito a melhorias nas instalações das poucas celas, quanto na ampliação do número delas”, mensura Murilo Sousa, diretor da carceragem, detalhando ainda a ministração de cursos profissionalizantes, o que possibilitou aos detentos, que quiseram ganhar a liberdade com possibilidade de retomar suas vidas fora da criminalidade.

 

Além da ampliação do número de celas, atualmente a Carceragem do Bairro Rio Verde conta com salas de aulas e celas que podem, segundo Murilo Sousa, ser considerada de segurança máxima, por terem paredes, piso e teto, reforçados com chapas de aço, capaz de dificultar ou até impossibilitar as fugas que já foram rotinas por ali. “Hoje somos notícias por tentativas de fugas frustradas”, conta Murilo.

As instalações melhoradas, segundo Murilo, continuarão sendo uteis, pois, após a inauguração do presídio, a carceragem servirá de triagem para os presos provisórios sendo, só após, a conclusão do inquérito ou julgamento, transferidos para o presídio.

Publicidade

Veja
Também