Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

CIDADE JARDIM: Após reclamações e viralização de vídeo, Semurb afirma que problema na iluminação foi resolvido

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vários moradores do Bairro Cidade Jardim entraram em contato com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar para denunciar problemas no novo sistema de iluminação pública que foi implantado em Parauapebas, mais precisamente na Avenida D, onde há alguns dias as lâmpadas estão apresentando problemas, deixando os populares revoltados.

O empresário Danilo Botelho chegou a gravar um vídeo na frente de sua empresa, localizada na Avenida D e publicou nas redes sociais. Nas imagens que viralizaram por toda a região, ele mostra que a avenida fica uma verdadeira boate na parte noturna com as luzes piscando. Botelho questiona o valor investido no novo parque de iluminação pública da cidade, superior a R$ 100 milhões.


 

Semurb se manifesta

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com o Coordenador de Elétrica e Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Urbanismo de Parauapebas (Semurb), Jardel Lima, que na oportunidade afirmou ter conhecimento do problema e que o mesmo já foi resolvido. “Isso aconteceu porque por algum motivo, descarga elétrica por fenômeno natural ou alguma coisa precedente da rede da Celpa, ocasionou a baixa de um cartucho conhecido como canela, que por sua vez, desativado, automaticamente fica uma fase fora, o que levou as luminárias que são atendidas por duas fases, ficando só com uma, o que leva ausência de tensão suficiente para mantê-las funcionando normalmente. Hoje pela manhã nossa equipe já esteve no local e detectou o problema que causou tudo isso e já estamos providenciando para normalizar e hoje anoite funcionará normalmente”, relatou o servidor público, que finalizou dizendo: “Estamos trabalhando para que possamos evitar esse tipo de problema que apesar de não ser normal, não causa problema algum aos equipamentos, mas sabemos que se torna incômodo. Ficaremos atentos e contaremos com apoio da população para que nos avise desses acontecimentos”.

Publicidade

Veja
Também