Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 10 de setembro de 2019

China habilita mais 25 frigoríficos do Brasil para exportação

Frigoríficos do Pará e do Tocantins estão entre os habilitados


Mais 25 plantas frigoríficas brasileiras estão habilitadas a vender carnes para a China, de acordo com comunicado do GACC (órgão sanitário chinês) enviado na segunda-feira (9) ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O número de plantas habilitadas passa de 64 para 89.

Dos novos estabelecimentos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de suíno e um de asinino. As empresas já podem exportar imediatamente.

As negociações foram conduzidas pelo Mapa, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Embaixada do Brasil na China.

A ministra Tereza Cristina comemorou a notícia. “Das 34 plantas que nós tínhamos levado [para as autoridades chinesas], 25 foram aprovadas hoje. Agora, esperamos a tradução do documento para sabermos o que mais precisamos fazer. É uma notícia muito boa, uma notícia esperada pelo setor frigorífico brasileiro, porque aprovamos plantas de bovinos, suínos, aves e de asinino”, disse.

Em maio, a ministra e comitiva viajaram para China e outros países asiáticos com o objetivo de ampliarem a venda dos produtos agropecuários brasileiros.

Confira abaixo a lista dos estabelecimentos habilitados pela China

CARNE BOVINA

Além de plantas frigoríficas de São Paulo, Minas Gerais, da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Goiás, a medida abre o mercado chinês para o Frigorífico Rio Maria, no Pará. “Atingir o mercado chinês é a meta de qualquer dono de frigorífico. Parabenizamos o governo do presidente Jair Bolsonaro, o extraordinário empenho da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e da equipe do Ministério da Agricultura por obter tão importante conquista, que só fortalece a pecuária brasileira e economia do nosso país”, afirmou, eufórico, o empresário e pecuarista Roberto Paulinelli, do Frigorífico Rio Maria.

Os outros frigoríficos do Pará beneficiados com a medida são:

MASTERBOI LTDA – SÃO GERALDO ARAGUAIA (PA)

FRIGOL – ÁGUA AZUL DO NORTE (PA)

MERCÚRIO ALIMENTOS – CASTANHAL (PA)

No Tocantins, foram incluídas ainda na relação divulgada pelo Ministério da Agricultura as seguintes plantas frigoríficas:

COOPERATIVA DOS PRODUTORES DE CARNE E DERIVADOS DE GURUPI – GURUPI (TO)

PLENA ALIMENTOS S.A – PARAÍSO DO TOCANTINS (TO)

Sindicato Rural de Xinguara e Eco Trace mostram primeira balança independe do produtor

O Sindicato Rural de Xinguara (Pará) reunirá pecuaristas no dia 13 de setembro, às 18 h, no auditório de sua sede no Parque de Exposição Xinguara, para discutir, com a Eco Trace Solutions, proposta para desenvolvimento e instalação da primeira balança independente do produtor do Sindicato em uma planta frigorífica do município.

A iniciativa busca, por meio de diferentes inovações tecnológicas e de sistemas de gestão, fortalecer a segurança, a transparência e a parceria entre pecuaristas, frigorífico, varejo, consumidor e todos os demais envolvidos na cadeia produtiva da carne bovina.

A Eco Trace surgiu para fazer a rastreabilidade de commodities com segurança e transparência para o mercado, auxiliando os processos entre os diversos elos da cadeia de produção, desde a origem ao consumidor final, utilizando um conjunto de soluções tecnológicas, como: Machine Learning, IoT, Big Data e Data Science, criando um sistema de rastreabilidade único por sua confiança e transparência nos dados através da tecnologia Blockchain.

Os sócios da Eco Trace possuem ampla experiência na cadeia produtiva de carnes, desenvolvendo processos tecnológicos e inovações que transformam a produção e a indústria, proporcionando inúmeros benefícios aos produtores rurais e outros setores.

Mais informações e confirmações de presença com o Sindicato Rural de Xinguara pelo telefone (94) 3426-1344.

FAP e FAX

Fizemos a cobertura na semana passada da Feira de Agronegócios de Parauapebas (FAP) e esta semana estamos cobrindo a Feira Agropecuária de Xinguara (FAX), considerada uma das mais importantes do Pará, levando em conta que Xinguara é considerada a “Capital do Boi Gordo”. O rebanho no município chega a 500 mil cabeças. Só na cidade existem três grandes frigoríficos.

Na próxima coluna comentaremos mais sobre a FAX.

Boa semana a todos e até quarta-feira com saúde e paz.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu