Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 12 de março de 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Jornalistas que participam do Road Show 2020 com pesquisadores da APTA em Colina (SP), os diretores da Trouw Nutrition e o pessoal da Texto Comunicação

Conexão Rural participa de Road Show para Jornalistas de Agronegócio em São Paulo

É com muita honra que, pela quarta vez consecutiva, o Conexão Rural é convidado para participar em São Paulo e Minas Gerais do Road Show para Jornalistas de Agronegócio de 9 a 14 de março. O convite é da Texto Comunicação Corporativa (SP), comandada pelo experiente e competente jornalista Altair Albuquerque.


Isto nos enche de orgulho porque mostra que há muito tempo o Conexão Rural extrapolou fronteiras. Com imagens do experiente João Pezão Filho, em breve traremos muitas novidades do agro para os amigos do Pará, do Maranhão, de Rondônia e de todo o Brasil que nos acompanham pelo o You Tube e pelas nossas redes sociais.

Gado de leite

No primeiro dia do Road Show para Jornalistas de Agronegócio, na segunda-feira (9), participamos de um “Workshop sobre a Cadeia do Leite para Comunicadores”, ouvindo pesquisadores da Embrapa Gado de Leite, com sede em Juiz de Fora, em Minas Gerais. Entre os pesquisadores estavam Pedro Braga Arcuri, que falou sobre “Que Leite é Este? Inovação Focada no Consumidor” e Bruno Campos de Carvalho que abordou o tema: “De onde vem o leite? A fazenda e a produção”.

O workshop foi aberto com uma mensagem e entrevista coletiva – via teleconferência direto de Brasília – do presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Celso Moretti. Ele fez um histórico desde a criação da Embrapa em 1973 e sua contribuição para a pesquisa e o aumento da agropecuária brasileira.
Segundo Moretti, o Brasil produziu nas décadas de 1960-1970, 4,5 bilhões de litros de leite e no ano passado produziu 34 bilhões de litros.

Em seguida falou o Chefe-Geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, que deu detalhes sobre os nutrientes do leite e a produção no Brasil, mesmo com a fuga de alguns produtores para outros setores, e falta de união e comunicação entre os produtores de leite e os integrantes desta cadeia leiteira.

Outras palestras

Na parte da tarde, ocorreram mais três palestras: “Pasto Gostoso e Nutritivo. O diferencial brasileiro”, foi o tema da palestra do pesquisador da Embrapa Gado de Leite Paulino Andrade. Marcos Vinicius Barbosa Silva, falou sobre “Como será a vaca do futuro? Tecnologias do DNA na produção de leite”. E a pesquisadora Valdeane Cerqueira, da EPAMIG/ZLCT, proferiu palestra sobre o tema: “Como o leite vira delícias? Inovações na indústria de laticínios”.

Fazenda Cachoeira

Segundo dia do Road Show para Jornalistas de Agronegócio em SP
Na terça-feira pela manhã, dentro da programação do Road Show, os Jornalistas de Agronegócio estão visitando a Fazenda Cachoeira (Gado de corte), em Itaberá (SP), que tem como parceira a Vetoquinol Saúde Animal. A Vetoquinol desenvolve, fabrica e distribui medicamentos veterinários e não medicinais voltados para a pecuária (corte e leite), suinocultura brasileira, destaque para medicamentos contra parasitas internos e externos.

O dono da Fazenda Cachoeira, Bernardt Kiep, e o gerente Itamar de Paula, falaram sobre os dados da propriedade. São 2.848 hectares de área total, 855 hectares de área preservada e AAPP, 410 hec de agricultura, 110 hec de área irrigada, 150hec de eucalipto e 1.223 hectares de pastagem e 79km de pasto irrigado. São 2.600 animais (Nelore), 1.200 matrizes e 1.400 animais de cria e recria.

Itamar e Bernardt informaram também que a taxa de prenhez chega a 84%, com bois de 16,5 arrobas e com idade entre 20 a 22 meses.

Vetoquinol

O presidente da Vetoquinol, Jorge Espanha, falou sobre a atuação da empresa no Brasil e no mundo.
Segundo ele, atualmente, a Vetoquinol posiciona-se entre as 14 maiores indústrias de produtos para saúde animal no Brasil, com faturamento anual de quase R$ 100 milhões. A companhia tem duas fábricas (uma em São Paulo e outra em Goiânia) e um centro de excelência em desenvolvimento regional de produtos e formulações.

O diretor de Produção da Vetoquinol, Pedro Baco, que está há 31 anos no setor de saúde animal, informou que a empresa dispõe hoje de 47 produtos no mercado e que a Vetoquinol cresceu 11% no mercado de bovinos em 2019.

Piscicultura Cristalina intensifica produção de Tilápia

Os jornalistas de agronegócio que participam do Road Show em São Paulo visitaram na terça-feira à tarde a Piscicultura Cristalina, em Fartura (SP).

O grupo produz tilápia em parceria com a Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR).
A Piscicultura Cristalina é dirigida pela família Nakata. Tudo começou quando o patriarca da família, Mauro Nakata, abriu um pesgue-pague na capital paulista há 25 anos. Há 18 anos a família trabalha com a produção de tilápia na represa do Rio Paranapanema, na divisa de São Paulo com o Paraná.

No município de Carlópolis (PR), a família e uma equipe de funcionários experientes (no total o grupo emprega quase duzentas pessoas) produzem os peixes juvenis em uma propriedade parceira. Eles fazem a engorda na unidade da piscicultura em Fartura (SP). Lá, as tilápias ficam engordando por 45 dias até atingirem 900 gramas. Depois disso são levadas para um frigorífico da família na mesma cidade, de onde seguem para restaurantes de São Paulo e outras cidades, ou seja, o consumidor final.

São produzidas 200 toneladas de tilápias por mês. O grupo exporta pele de tilápia para Taiwan, um dos principais países asiáticos.

10 milhões de pessoas impactadas pela campanha Coma Mais Peixe

O presidente da Associação Brasileira de Piscicultura, Francisco Medeiros, acompanhou a visita dos jornalistas à Piscicultura Cristalina, elogiou a produção de tilápia da família Nakata, falou sobre a produção desse atrativo peixe no Brasil e sobre a campanha “Coma Mais Peixe”, desenvolvida em parceria com a Texto Comunicação Corporativa.

A campanha

Pratos exclusivos elaborados por chefs renomados, panfletagem em pontos de alta concentração de pessoas, livreto de receitas, ações de degustação, participação em eventos e intensa presença em mídias sociais. Esta é a receita de sucesso da primeira fase da campanha “Coma Mais Peixe”, que contribui para impulsionar o consumo de peixes de cultivo no Brasil.

A iniciativa da Peixe BR e apoio de empresas do setor produtivo já impactou mais de 10 milhões de pessoas desde junho de 2019, quando foi iniciada.
“O foco da #comamaispeixe é a valorização das qualidades nutricionais dos peixes de cultivo, como tilápia e tambaqui. O Brasil é o 4º maior produtor mundial de tilápia e o maior produtor de tambaqui, porém o consumo de peixes de cultivo é pequeno: 3,5 kg/hab/ano. O potencial para aumento da demanda é imenso, o que passa pela divulgação de informações de qualidade para a população”, disse Francisco Medeiros, presidente executivo da Peixe BR.

De acordo com ele, a piscicultura brasileira manteve a rota de crescimento em 2019. “A produção avançou 4,9% e chegou a 758.006 toneladas. Os dados são do Anuário Peixe BR de Piscicultura. O Brasil reforça a posição de 4º maior produtor de tilápia do mundo. A espécie, aliás, já representa 57% da produção nacional. Os peixes nativos mantém-se fortes, com 38%, e as demais espécies participam com 5%”, destacou Francisco Medeiros.

Na quarta-feira (11), os jornalistas visitaram a CFM Agro-Pecuária, em Magda (SP)
A CFM Agro-Pecuária prepara mais um megaleilão de touros Nelore, nascidos em 2018, para o dia 6 de agosto deste ano, a partir do meio dia, em São José do Rio Preto (SP). Serão ofertados de 500 a 600 touros CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção), com a chancela do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A informação foi dada nesta quarta-feira pelo Gerente de Pecuária da CFM, Tamires Neto, ao falar sobre as atividades da empresa, fundada em 1908, para jornalistas de agro que participam em São Paulo do Road Show 2020 (De 9 a 13 de março), a convite da Texto Comunicação Corporativa (SP), comandada pelo jornalista Altair Albuquerque.

Lima Rodrigues entrevista o Gerente de Pecuária da CFM Agro-Pecuária, Tamires Neto, com o apoio do cinegrafista João Pezão Filho

 

Tamires Neto informou que a CFM tem faturamento anual de quase R$ 200 milhões e que a empresa tem quatro fazendas em São Paulo e Mato Grosso do Sul, com 28 mil cabeças de gado, sendo 10.500 fêmeas de reprodução, com destaque na precocidade sexual e qualidade de carcaça. “A CFM tem vocação para a terra e com o bem-estar animal, preservando a reserva legal com eficiência e responsabilidade, além de uma administração profissional de olho em custos e resultados, e sempre valorizando sua equipe de trabalho”, destacou Tamires.

Segundo ele, a CFM comercializou 1.387 touros Nelore para todo o país entre agosto e novembro de 2019. Com o encerramento da última temporada de vendas, a CFM atingiu a impressionante marca de 42.926 touros produzidos desde o início do programa de seleção há 40 anos, reforçando a posição de líder no mercado de reprodutores no Brasil.

A conversa com os jornalistas ocorreu na Fazenda São Francisco, em Magda (SP). Também participaram do encontro com os jornalistas a engenheira agrônoma da empresa, Ana Carolina Rosseti, o gerente da Fazenda São Francisco, Lucas Gaspar Duarte, e representantes de empresas parceiras nas áreas de nutrição e saúde animal.
Ana Carolina informou que a CFM produz também cana-acúcar (15 mil hectares) e eucalipto (12 mil hectares), que são vendidos para usinas e empresas de São Paulo.

APTA – Boi 777

À tarde, os jornalistas visitaram a Agência Paulista de Tecnologia de Agronegócios (APTA), em Colina (SP): Boi 777 – em parceria com a Trouw Nutrition, empresa do Grupo Nutreco, líder global em especialidades inovadoras de alimentação animal, pré-misturas, aditivos para ração e serviços nutricionais para a indústria de nutrição animal. Ela fornece produtos, modelos e serviços para aumentar a produtividade e dar suporte à saúde animal em todos os estágios da vida.

A Trouw Nutrition Brasil conta com quatro fábricas localizadas nos estados de São Paulo e Mato Grosso, incluindo a unidade de Mirassol (SP).

As informações sobre o Boi 777 foram dadas aos jornalistas de agro pela pesquisadora da APTA, Regina Ritagawa Grizotte, pelo diretor de Negócios da Trouw Nutrition, Francisco Olbrich, pelo Gerente de Produtos Ruminantes, zootecnista João Beltrame Benatti, e pelo doutorando Iorrano Andrade Cidrini, da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Jaboticabal.

Dia 12 de março – 5ª Feira
9 horas
Visita ao Instituto Agronômico (IAC), em Campinas (SP): Projeto Aplique Bem, em parceria com a UPL Brasil, líder na cadeia de produção de alimentos global, que com a aquisição da Arysta Life Science, tornou-se uma das 5 maiores empresas de soluções agrícolas do mundo.

Com receita de aproximadamente UR$ 5 bilhões, a nova UPL está presente em 76 países, com vendas para mais de 130. A empresa conta com mais de 10.800 pessoas em todo o mundo.
Às 13h, almoço sobre inspeção, rastreabilidade e certificação de alimentos, em Campinas (SP), em parceria com a Genesis Group.

Dia 13 de março – sexta-feira
Vista à Fazenda Santa Ester, de Silvianópolis (MG): seleção de Angus, Brahman e Simental. (Com informações da Texto Comunicação Corporativa – SP).
Todos os detalhes do Road Show para Jornalistas de Agronegócio você verá em breve no Conexão Rural, a voz do campo na TV.

O Conexão Rural é veiculado todo domingo às 9h30 pela Rede TV de Parauapebas (PA), com reprise no sábado seguinte às 9h, e pode ser visto também TV Web O Progresso, de Imperatriz (MA), no site www.onortao.com.br, de Porto Velho (RO), além do you tube e nas nossas redes sociais.

Publicidade

Veja
Também