Coluna do Lima Rodrigues – 13 de janeiro de 2022

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O mega evento Universo Pecuária, futuro, negócios e sustentabilidade, será realizado em outubro de 2022 em Lavras do Sul (RS)

Criadores de Nelore criticam o Bradesco

A campanha do Bradesco criticando o consumo de carne rendeu muitas críticas à instituição bancária com manifestações de pecuaristas em todo o Brasil, inclusive na agência da Av. Getúlio Vargas em Imperatriz (MA), quando foram distribuídos espetinhos à população. Em Xinguara, no Pará, e em  milhares de outras cidades também foram realizados atos neste sentido.


A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) não gostou nada da desculpa divulgada pelo Bradesco. Confira, na informação enviada pela assessoria de imprensa da entidade:

A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil não está satisfeita com a resposta do Bradesco à ação de comunicação negativa contra a pecuária de corte que o banco realizou.

Nabih Amin El Aouar, presidente da Associação de Criadores de Nelore do Brasil, não gostou nada da campanha do Bradesco

 

A entidade quer medidas eficazes do Bradesco e pede que “o banco invista em ações de comunicação realmente esclarecedoras sobre a produção de carne no Brasil, minimizando o prejuízo que suas ações recentes causaram”.

Encaminho para seu conhecimento nova Carta Aberta da Nelore do Brasil ao Bradesco solicitando posicionamento claro em favor da pecuária brasileira. (Texto Comunicação – SP).

CARTA ABERTA AO BRADESCO

Ainda perplexa com a divulgação do famigerado vídeo que mostra não apenas desconhecimento do Bradesco sobre a pecuária brasileira, mas fere a imagem de milhões de produtores que trabalham de sol a sol, sete dias por semana, 365 dias por ano, para colocar carne na mesa dos brasileiros e de consumidores de outros 150 países, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil ainda aguarda posicionamento claro do banco.

Os neloristas, responsáveis por 80% do rebanho brasileiro e mais de 90% da produção de carne bovina, exigem que o Bradesco explique:

  • Por que tomou uma medida gratuita, agressiva e equivocada contra o setor produtivo da carne bovina?
  • Como autorizou a divulgação de um conteúdo que acusa a pecuária de ser apenas emissora de gás metano, esquecendo a captura de CO2 pela produção vegetal dos pastos, o que muitas vezes gera créditos de carbono?

As cartas divulgadas pelo Bradesco e o artigo assinado pelo presidente do Conselho de Administração apenas promovem o banco como financiador do agronegócio. Claro, isso é positivo para o setor produtivo, que representa mais de ¼ do Produto Interno Bruto brasileiro e gera mais de US$ 100 bilhões em exportações, mas não vimos nessas ações nenhuma informação que objetiva restabelecer a imagem da pecuária e da carne brasileira, que foi profundamente maculada com o vídeo.

Senhores dirigentes do Bradesco, queremos muito pouco. Queremos que o banco invista em ações de comunicação realmente esclarecedoras sobre a produção de carne no Brasil, minimizando o prejuízo que suas ações recentes causaram.

Com isso, estará apenas mostrando a verdade à sociedade urbana, pois a pecuária brasileira é a mais importante atividade animal do país, utiliza práticas sustentáveis, devido à criação a pasto gera créditos de carbono ao invés de emitir CO2 na atmosfera, e oferece um alimento seguro, de alta qualidade e essencial para a nutrição a saúde das pessoas.

A nota é assinada pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil

Lavras do Sul promoverá “ Universo Pecuária”, na primavera de 2022
A ExpoLavras, feira de animais que, em 2021, completou 77 anos, chegará em 2022 com novidades e a ambição de se aproximar das características da Expodireto Cotrijal – que ocorre em Não-Me-Toque, no Norte do Rio Grande do Sul –, mas tendo a pecuária como enfoque principal.
O Sindicato Rural de Lavras do Sul e a Prefeitura Municipal, promoverão a primeira edição do  Universo Pecuária – Futuro, Negócio e Sustentabilidade, um pool de eventos tecnológicos, econômicos, ambientais e culturais que promete movimentar a feira do ano que vem e torná-la de abrangência nacional.
Município de cerca de 7,6 mil habitantes na região da Campanha gaúcha, Lavras do Sul tem hoje um rebanho de 190 mil bovinos e se destaca pela pecuária sustentável, com a produção do chamado boi verde, sem agressões ao meio ambiente. Importante polo de negócios, o município viveu neste ano um significativo incremento de vendas, estimando um faturamento anual de remates na casa dos R$ 200 milhões, contra R$ 75 milhões de 2020.

SIA BRASIL

A proposta, idealizada pelo Serviço de Inteligência em Agronegócio (SIA Brasil), é baseada em quatro eixos: negócios, finanças verdes e sustentabilidade; educação, cultura e turismo; ciência tecnologia e inovação; e políticas, projetos e investimentos. A programação, no entanto, ainda não está formatada. “O Universo Pecuária vem para ser um pool de eventos que vai fomentar essa temática da pecuária sustentável, que definitivamente chega para encampar o agronegócio de uma  maneira diferente para a gente construir os próximos 30, 40 anos da produção sustentável ;o agropecuária que pensa não apenas na produção, mas também em outros serviços que o campo tem que oferecer para a sociedade como um todo”, salienta o presidente da SIA Brasil, Davi Teixeira.
O empresário destaca que o evento vai trazer impacto nacional e terá um papel preponderante na comunicação daquilo que a pecuária gaúcha faz no que diz respeito ao sequestro de carbono e benefícios ao ecossistema. “Temos certeza de que o tema da sustentabilidade e da mitigação de danos vai caminhar junto com a produção”, avalia.

O presidente do Sindicato Rural de Lavras do Sul, Francisco Abascal, garante que a entidade está preparada para realizar o evento. “O Sindicato está preparado para isso, temos uma estrutura  maravilhosa e  uma equipe de alto nível, que está imbuída em fazer um grandioso, em todos os  parâmetros, destaca. A Expo Lavras 2022 e o Universo Pecuária estão programados para o período compreendido entre 01 a 06 de novembro. (Henrique Borges, assessor de imprensa).

Mega Encontro de Tratores – o recorde ainda não foi desta vez

NOTA OFICIAL

O Comitê Organizador do Mega Encontro de Tratores, realizado na sexta-feira, 07/01/2022, no Distrito de Entre Rios, em Guarapuava, Paraná, informa que teve a presença de 1529 máquinas. O número é superior ao registrado no Canadá, em 2010. Entretanto, para ser certificado pelo GUINNESS WORLD RECORDS® como novo recorde mundial, o desfile precisou seguir uma série de critérios já estabelecidos. Infelizmente, não foi possível cumprir todos os requisitos necessários para a completa homologação da nova marca.

Apesar disso, queremos ressaltar o lindo exemplo de mobilização deixado por todos os produtores rurais que se uniram em prol do grande objetivo do Mega Encontro de Tratores: mostrar a força do agronegócio e valorizar o trabalho árduo dos homens e mulheres do campo.

Cristian Abt, presidente da Comissão Organizadora do Mega Encontro de Tratores realizado no Paraná

 

No programa Conexão Rural do próximo fim de semana, o presidente da Comissão Organizadora do Mega Encontro de Tratores, Cristian Abt, em entrevista à repórter e diretora do Portal RSN, de Guarapuava (PR), Cristina Esteche, falará sobre o evento e dará detalhes sobre o movimento que objetivou quebrar o recorde mundial, mas não foi atingido.

veja também