Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 15 de março de 2018

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Road Show para Jornalistas de Agronegócio 2018

Estamos em São Paulo desde domingo à noite. Pelo segundo ano consecutivo a equipe do programa Conexão Rural é convidada para participar do Road Show para Jornalistas de Agronegócio em São Paulo e Minas Gerais, de 12 a 16 de março. Produzimos e apresentamos o programa há mais de seis anos em Parauapebas (PA), atualmente na Rede TV (domingo às 9h30, canal 4 analógico e canal 33 digital HD).


O convite foi feito pelo jornalista Altair Albuquerque, diretor da Texto Comunicação Corporativa, empresa paulista que presta assessoria de imprensa para os mais importantes grupos do agronegócio brasileiro.

A extensa programação começou na segunda-feira à tarde, quando os jornalistas dos principais órgãos de comunicação da área do agronegócio visitaram, em Vinhedo (SP), a Central de Selagem de Vacinas Contra Aftosa e entrevistaram o vice-presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Saúde Animal (Sindan), Emílio Salani.

Todas as vacinas contra febre aftosa passam pela Central de Selagem

A Central de Selagem de Vacinas foi criado pela Instrução Normativa 229, de 7 de Dezembro de 1998 (D.O.U., 04/01/1999), da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Seus objetivos principais são:

• Autenticação: aposição de selo holográfico de segurança e auto destrutivo, em todos os frascos de vacina contra febre aftosa produzidos no Brasil pelos laboratórios participantes. O selo é aprovado pelo MAPA
• Rastreabilidade: preparo de relatórios estatísticos para fornecer aos responsáveis pelo Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA/MAPA) a localização exata da utilização dessa vacina no Brasil, separados por estados e municípios. Com isso, é possível controlar, com eficiência, o desempenho do Programa e corrigir possíveis falhas

A Central de Selagem de Vacinas não é uma empresa (pessoa jurídica) para distribuição e venda das vacinas, mas, sim, um serviço prestado pelo operador logístico Armazéns Gerais Vinhedo – AGV (especializado no armazenamento de produtos para saúde animal), com sede em Vinhedo (SP), o qual, sob a supervisão do Sindan e dos laboratórios, providencia selagem, armazenagem e entrega da vacina. A comercialização, o faturamento e a distribuição são inerentes a cada laboratório fabricante.

Lá, tudo é gigantesco. Estão armazenadas para a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa em maio – em quase todo o país – cerca de 250 milhões de doses da vacina.
Na terça-feira pela manhã, o grupo conheceu a Agro-Pecuária CFM/Fazenda São Francisco, em Magda (SP).

40 mil touros Nelore CFM no Brasil e no Paraguai

A Agro-Pecuária CFM já comercializou mais de 40 mil touros Nelore CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção) produzidos desde o início do seu programa de melhoramento genético, no começo da década de 1980. São touros suficientes para cobrir mais de 1 milhão de matrizes!

Somente em 2017, foram mais de 1.350 reprodutores comercializados. Os números impressionantes não param por aí. Nos últimos dez anos, a CFM atendeu cerca de 1.000 clientes, em quase todos os estados brasileiros, além do Paraguai.

20º Megaleilão: 9 e 10 de agosto de 2018

O Megaleilão de touros Nelore CFM completará 20 edições em 2018. Nos dias 9 e 10 de agosto, o Recinto de Leilões Anísio Haddad, em São José do Rio Preto (SP), receberá mais uma vez centenas de pecuaristas, vindos de todas as regiões do país, para o início da venda da nova safra de touros Nelore CFM.

À tarde, os jornalistas conversaram com diretores da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon) e conheceram o sistema de confinamento da Ribas em Guarantã (SP).

Especializado no sistema de confinamento, o Grupo Ribas oferece serviços que resultam na produção de carne de qualidade, com alta eficiência, baixo custo e de forma sustentável. O sistema está em expansão, mantendo o foco na inovação e preservando o princípio da ética empresarial, para atender pecuaristas que buscam agilidade na engorda e maior lucratividade.

Na quarta-feira, 14 de março, os participantes do Road Show visitaram a Casa Branca Agropastoril e a Fazenda Santa Ester, em Silvianópolis (MG).

A Casa Branca Agropastoril utiliza todas as ferramentas tecnológicas disponíveis para a melhor e mais rígida seleção de reprodutores (machos e fêmeas) Angus, Brahman e Simental.
O gerente da Casa Branca Agropastoril, Heitor Pinheiro, fez uma exposição para os jornalistas sobre a atuação da empresa no Brasil. “Vendemos por ano 350 touros reprodutores das raças Angus, Simental e Brhman, mas nossa meta é chegar 500 touros”, disse ele.

Nesta quinta-feira, em Araras (SP), o grupo de jornalistas conhecerá a Fazenda Colorado e os novos produtos do laboratório Boehringer Ingelheim Saúde Animal.
A programação de visitas dos jornalistas do agronegócio termina na sexta-feira, dia 18, nas empresas Genesis Group/Paripassu, em Osasco (SP).

Genesis e Paripassu são empresas líderes em um segmento muito importante do agronegócio: certificação de qualidade e rastreabilidade. Elas são especializadas em grãos, leite, carne bovina e FLV (frutas, legumes e verduras). Os números delas são espantosos: Genesis certifica quase 60 milhões de toneladas de grãos (especialmente soja e milho) por ano; e Paripassu já rastreou 8 milhões de toneladas de frutas/verduras/legumes.
Os jornalistas vão conhecer a Benafrutti, empresa que exporta e importa frutas, para saber como são os processos de certificação de qualidade dos produtos que chegam à mesa dos brasileiros.

Finalizando as atividades dos jornalistas do Road Show 2018 será realizada uma entrevista com o novo presidente da Associação dos Criadores de Nelore (ACNB), cardiologista e pecuarista Nabih Amin El Aouar, na sede da entidade na capital paulista. (Com informações da Texto Comunicação Corporativa).

Ministro Blairo Maggi parabeniza jornalistas

Atendendo solicitação do jornalista Ricardo Júnior, do jornal e site “O Nortão”, de Porto Velho (RO), o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, enviou mensagem via WhatsApp, elogiando a iniciativa da Texto Comunicação Corporativa, que promove o Road Show para Jornalistas do Agronegócio desde 2004. “Este evento é muito importante para os jornalistas aprenderem e conhecerem o que é o agronegócio. Isto é fundamental porque temos procurado sempre destacar a importância do agro para o país, mas temos dificuldade de falar sobre o assunto, porque nem todos os jornalistas têm o conhecimento ou a familiaridade com os números do agro. Eu evito até falar algumas coisas no dia a dia porque na maioria das vezes não há compreensão e pode haver uma mudança no sentido do que está se falando. Este evento é louvável. Ninguém quer que o jornalista não conte a verdade ou não investigue alguma informação. O que desejamos é que ele saiba ajudar o agro ao falar as coisas de forma correta. Parabéns e sucesso a todos”, disse o ministro.

A equipe do Conexão Rural viaja a convite da Texto Comunicação Corporativa e retorna no domingo à Parauapebas. Todas as reportagens especiais serão apresentadas a partir do dia 25 de março no Conexão Rural.

Publicidade

Veja
Também