Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 24 de julho de 2019

Governo impõe restrições de uso a novos defensivos agrícolas
Seis novos produtos formulados que tiveram os registros publicados no Diário Oficial da União na segunda-feira (22) terão restrições de uso estabelecidas pelo Ibama. Já registrado em 82 países, incluindo Estados Unidos e países da Europa, o ingrediente ativo sulfoxaflor, que controla pragas como pulgão, mosca-branca e psilídeo, só poderá ser usado nas lavouras brasileiras se obedecer a várias restrições.

O uso do inseticida no Brasil deverá seguir as orientações estabelecidas pelo Ibama para a mitigação de risco para insetos polinizadores como, por exemplo, a restrição de aplicação em períodos de floração das culturas, o estabelecimento de dosagens máximas do produto e de distâncias mínimas de aplicação em relação à bordadura para a proteção de abelhas não-apis. Essas restrições constam na rotulagem dos produtos e são estabelecidas de acordo com cada ingrediente e cultura.


Segundo a Instrução Normativa (IN) n° 02/2017, do Ibama, o registro de novos defensivos no país deve ser condicionado à “apresentação de informações que permitam o uso adequado desses produtos, sem efeitos que comprometam a sobrevivência, a reprodução e o desenvolvimento das abelhas”. Além da avaliação do risco para abelhas do gênero apis, o Ibama foi a primeira autoridade regulatória de pesticidas no mundo a realizar a avaliação de risco para abelhas não-apis.

Os produtos formulados aprovados à base de sulfoxaflor apresentaram estudos laboratoriais de toxicidade aguda e crônica para abelhas adultas e larvas, estudos de resíduos em néctar e pólen em diversas culturas, além de um estudo específico com o objetivo identificar a ação desta substância sobre colônias de abelhas. Todos os estudos, realizados no Brasil e no exterior foram conduzidos de acordo com as Boas Práticas Laboratoriais (BPL) seguindo normas de qualidade, segurança e rastreabilidade reconhecidas internacionalmente.

O objetivo de fazer a fila andar no Brasil é justamente para aprovar novas moléculas, menos tóxicas e ambientalmente corretas, e assim substituir os produtos mais antigos. Atualmente, são cerca de 2 mil produtos na fila para serem avaliados e o prazo legal para a liberação é de quatro meses. Há produtos que estão na fila há mais de oito anos.

O fato de haver mais marcas disponíveis no mercado não significa que vai aumentar o uso de defensivos no campo. O que determina o consumo é a existência ou não de pragas, doenças e plantas daninhas. Os agricultores querem usar cada vez menos em suas plantações, pois os defensivos são caros e representam 30% do custo de produção.

O Brasil aparece em 44º posição em um ranking da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) sobre uso de defensivos agrícolas. (Fonte: Ministério da Agricultura).

Experimento comprova resultado positivo da combinação de vacinas contra circovirose e pneumonia enzoótica suína

A combinação das vacinas Circovac (contra circovirose) e Hyogen (contra pneumonia enzoótica) oferece alta proteção aos suínos, com menos lesões nos pulmões, além de ganho de peso superior para os animais. A conclusão é de recente estudo apresentado no Simpósio Europeu de Administração de Saúde Saúde, realizado em Utrecht (Holanda), no final de maio de 2019.

O experimento, apresentado por pesquisadores da Ceva Saúde Animal e de uma importante integradora que atua em Minas Gerais, concluiu que os animais vacinados com Circovac + Hyogen apresentaram 34,28% dos pulmões broncopneumônicos (PA), enquanto os animais que receberam outras vacinas disponíveis no mercado brasileiro apresentaram 41,22% da PA.

Além disso, o grupo vacinado com Circovac + Hyogen teve, na média, 16 g a mais de ganho de peso diário, 0,03 melhor conversão alimentar e mortalidade 0,16% menor. “O lucro alcançou R$ 18,30 por suíno”, informa William Costa, gerente técnico de suinocultura da Ceva Saúde Animal, um dos participantes do trabalho científico. (Texto Comunicação Corporativa – São Paulo).

Cultura:

“Insight Empreende”

Informação e entretenimento em espetáculo inédito no Maranhão

Na próxima segunda-feira (29), no Centro de Convenções Pedro Neiva Santana – Sebrae, vai ocorrer um dos maiores espetáculos de empreendedorismo, de conteúdo exclusivo, realizado pela primeira vez no Maranhão.

Trata-se do “Insight Empreende”, direcionado para empreendedores e pessoas de todos os nichos e idade que estejam dispostas a tirar suas ideias do papel e colocar em ação, se diferenciando e se posicionando de forma única no seu mercado de atuação.

“Insight Empreende” é um espetáculo que mistura informação e entretenimento, com técnicas para estimular todos os sentidos, com uso de artes integradas e tecnologia. O objetivo é que o público absorva o conteúdo de forma leve e saia de lá impulsionado para colocar em prática os seus projetos. (Resumo de um release enviado pela jornalista Vanessa Serra, de São Luís, especial para a coluna).

Dona Iraídes, 92 anos

Nesta sexta-feira, 26 de julho, minha mãe, Iraídes Lima Rodrigues, que mora em Imperatriz desde 1960, completa 92 anos de idade, com saúde, graças a Deus.

Desejo para ela saúde, paz, alegria, felicidade e  muitos anos de vida. Parabéns,  Dona Iraídes. Que Deus lhe abençoe sempre.

 

 

 

 

 

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu