Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 24 de julho de 2019

Governo impõe restrições de uso a novos defensivos agrícolas
Seis novos produtos formulados que tiveram os registros publicados no Diário Oficial da União na segunda-feira (22) terão restrições de uso estabelecidas pelo Ibama. Já registrado em 82 países, incluindo Estados Unidos e países da Europa, o ingrediente ativo sulfoxaflor, que controla pragas como pulgão, mosca-branca e psilídeo, só poderá ser usado nas lavouras brasileiras se obedecer a várias restrições.

O uso do inseticida no Brasil deverá seguir as orientações estabelecidas pelo Ibama para a mitigação de risco para insetos polinizadores como, por exemplo, a restrição de aplicação em períodos de floração das culturas, o estabelecimento de dosagens máximas do produto e de distâncias mínimas de aplicação em relação à bordadura para a proteção de abelhas não-apis. Essas restrições constam na rotulagem dos produtos e são estabelecidas de acordo com cada ingrediente e cultura.


Segundo a Instrução Normativa (IN) n° 02/2017, do Ibama, o registro de novos defensivos no país deve ser condicionado à “apresentação de informações que permitam o uso adequado desses produtos, sem efeitos que comprometam a sobrevivência, a reprodução e o desenvolvimento das abelhas”. Além da avaliação do risco para abelhas do gênero apis, o Ibama foi a primeira autoridade regulatória de pesticidas no mundo a realizar a avaliação de risco para abelhas não-apis.

Os produtos formulados aprovados à base de sulfoxaflor apresentaram estudos laboratoriais de toxicidade aguda e crônica para abelhas adultas e larvas, estudos de resíduos em néctar e pólen em diversas culturas, além de um estudo específico com o objetivo identificar a ação desta substância sobre colônias de abelhas. Todos os estudos, realizados no Brasil e no exterior foram conduzidos de acordo com as Boas Práticas Laboratoriais (BPL) seguindo normas de qualidade, segurança e rastreabilidade reconhecidas internacionalmente.

O objetivo de fazer a fila andar no Brasil é justamente para aprovar novas moléculas, menos tóxicas e ambientalmente corretas, e assim substituir os produtos mais antigos. Atualmente, são cerca de 2 mil produtos na fila para serem avaliados e o prazo legal para a liberação é de quatro meses. Há produtos que estão na fila há mais de oito anos.

O fato de haver mais marcas disponíveis no mercado não significa que vai aumentar o uso de defensivos no campo. O que determina o consumo é a existência ou não de pragas, doenças e plantas daninhas. Os agricultores querem usar cada vez menos em suas plantações, pois os defensivos são caros e representam 30% do custo de produção.

O Brasil aparece em 44º posição em um ranking da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) sobre uso de defensivos agrícolas. (Fonte: Ministério da Agricultura).

Experimento comprova resultado positivo da combinação de vacinas contra circovirose e pneumonia enzoótica suína

A combinação das vacinas Circovac (contra circovirose) e Hyogen (contra pneumonia enzoótica) oferece alta proteção aos suínos, com menos lesões nos pulmões, além de ganho de peso superior para os animais. A conclusão é de recente estudo apresentado no Simpósio Europeu de Administração de Saúde Saúde, realizado em Utrecht (Holanda), no final de maio de 2019.

O experimento, apresentado por pesquisadores da Ceva Saúde Animal e de uma importante integradora que atua em Minas Gerais, concluiu que os animais vacinados com Circovac + Hyogen apresentaram 34,28% dos pulmões broncopneumônicos (PA), enquanto os animais que receberam outras vacinas disponíveis no mercado brasileiro apresentaram 41,22% da PA.

Além disso, o grupo vacinado com Circovac + Hyogen teve, na média, 16 g a mais de ganho de peso diário, 0,03 melhor conversão alimentar e mortalidade 0,16% menor. “O lucro alcançou R$ 18,30 por suíno”, informa William Costa, gerente técnico de suinocultura da Ceva Saúde Animal, um dos participantes do trabalho científico. (Texto Comunicação Corporativa – São Paulo).

Cultura:

“Insight Empreende”

Informação e entretenimento em espetáculo inédito no Maranhão

Na próxima segunda-feira (29), no Centro de Convenções Pedro Neiva Santana – Sebrae, vai ocorrer um dos maiores espetáculos de empreendedorismo, de conteúdo exclusivo, realizado pela primeira vez no Maranhão.

Trata-se do “Insight Empreende”, direcionado para empreendedores e pessoas de todos os nichos e idade que estejam dispostas a tirar suas ideias do papel e colocar em ação, se diferenciando e se posicionando de forma única no seu mercado de atuação.

“Insight Empreende” é um espetáculo que mistura informação e entretenimento, com técnicas para estimular todos os sentidos, com uso de artes integradas e tecnologia. O objetivo é que o público absorva o conteúdo de forma leve e saia de lá impulsionado para colocar em prática os seus projetos. (Resumo de um release enviado pela jornalista Vanessa Serra, de São Luís, especial para a coluna).

Dona Iraídes, 92 anos

Nesta sexta-feira, 26 de julho, minha mãe, Iraídes Lima Rodrigues, que mora em Imperatriz desde 1960, completa 92 anos de idade, com saúde, graças a Deus.

Desejo para ela saúde, paz, alegria, felicidade e  muitos anos de vida. Parabéns,  Dona Iraídes. Que Deus lhe abençoe sempre.

 

 

 

 

 

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu