Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 28 de março de 2018

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Produtores rurais preparam uma grande manifestação em Brasília dia 4 de abril para dizer BASTA ao Executivo, Legislativo e ao Judiciário

Está marcada para o dia 4 de abril de 2018, em Brasília, uma grande manifestação de produtores rurais de todo o país contra o Funrural. Produtores de todo o Brasil estão sendo convidados por sindicatos rurais, associações, cooperativas e até mesmo por outros produtores, a se mobilizarem pela causa.


De acordo com o presidente da Associação dos Criadores do Pará (Acripará), Maurício Fraga Júnior, “cerca de 200 instituições de pelo menos 15 unidades da federação já confirmaram participação através da mobilização e organização para o movimento de protesto na Capital Federal”. Segundo ele, “a expectativa é que na data se reúna  ao menos 10 mil produtores na Esplanada dos Ministérios”.

Para Fraga, a insatisfação com os desmandos dentro do setor agropecuário brasileiro fez com que as bases se mexessem. “Então, surgiu o movimento ABRIL VERDE E AMARELO que diz NÃO AO FUNRURAL que vem atormentando os produtores desde aquela votação em 29 de março de 2017 que foi surpreendente, onde o Supremo Tribunal Federal reverteu uma decisão de 11 a 0 (por duas vezes avaliada) para 6 a 5 sem nenhuma explicação técnica para tal”.

Para a preocupação geral da classe, desde então a Receita Federal começou a notificar produtores que passaram a ter uma dívida retroativa, pois a lei validada pelo STF entregou ao produtor rural um débito retroativo de pelo menos cinco anos (é esse passivo que o produtor não aceita e não tem condição de pagar).  “Dentre as pautas, o Funrural é o problema MOR, mas outras estão inseridas como Securitização, Insegurança Jurídica (direito à propriedade) e revisão do acordo do Mercosul”, destacou o presidente da Acripará.

Produtores rurais de várias regiões do Pará participarão da manifestação em Brasília contra a cobrança do Funrural

 

Num encontro de lideranças para maior organização para a mobilização ficou definido, através de comissões, toda a base de suporte para o dia “D”, comissões para recepção de caravanas, locais de estacionamento, organização com banheiros, alimentação (já tem confirmado 10 bois no rolete) e toda a parte burocrática com licenças e alvarás estão completamente organizados e protocolados.

Numa manifestação onde o palco será de produtores rurais, as lideranças que não compactuaram com seu setor estará fora. As bandeiras permitidas pela organização são as dos municípios, estados e do Brasil. Os participantes estão sendo convidados a irem de verde e amarelo. Nesta reta final, outros setores que também estão indignados com a postura do STF prometem se unir aos produtores para que a voz seja ouvida e o clamor popular venha ecoar nos quatro cantos do Brasil! Se você é do bem e quer, decentemente, demonstrar sua revolta com a atual situação da justiça brasileira, vista-se de verde e/ou amarelo e esteja, dia 4 de abril, em Brasília, às 14h, em frente ao Congresso Nacional”, conclamou o pecuarista Maurício Fraga Júnior.

Maurício Fraga Júnior, presidente da Associação dos Criadores do Pará (Acripará) é um dos organizadores da grande manifestação que será realizada em Brasília dia 4 de abril

 

Investimentos em tecnologias impulsionam crescimento dos maiores produtores de leite

Os 100 maiores produtores de leite do Brasil conseguiram em 2017 elevar em 10,4% a produção média diária de seus rebanhos, chegando a 17.929 litros/dia, segundo o Levantamento Top 100 2018 que acaba de ser divulgado pelo Milkpoint. “Esse crescimento é um indicativo de que os produtores de leite estão cada vez mais adotando novas tecnologias para elevar a eficiência de seus rebanhos”, assegura Cláudio Aragon, Diretor de Mercados da Semex Brasil. A empresa forneceu genética para 44% das fazendas classificadas no Top 100, sendo que, entre as cinco líderes do levantamento, quatro delas utilizam, além da genética, diversos programas e soluções tecnológicas da Semex Brasil. Dentre elas está a Fazenda Colorado, que manteve sua liderança ao elevar em cerca de 7% o volume produzido diariamente, totalizando 67.640 litros/dia.

O aumento da produção também está ligado ao uso de tecnologias para selecionar animais de maior imunidade, o que também contribui para reduzir consideravelmente os custos com medicamentos. Entre as Top 100, os custos operacionais de produção apresentaram queda de 3%. De acordo com Aragon, a maior demanda entre grandes produtores de leite é por animais de boa produtividade, mas também com menor incidência de doenças. “Hoje já é possível utilizar nos acasalamentos apenas reprodutores classificados como Immunity+. Com isso, o produtor consegue agregar muito mais valor ao seu rebanho e elevar a rentabilidade do negócio. Os produtos de touros Immunity+ são comprovadamente mais resistência a doenças, têm maior longevidade, colostro de alta qualidade (no caso das filhas) e conseguem uma recuperação rápida quando têm casos de mastite”, explica. (…) (Release enviado por Larissa Vieira – Grupo Publique – SP).

Boehringer Ingelheim anuncia premiação para cases de controle da diarreia viral bovina

A Boehringer Ingelheim, segunda maior empresa de saúde animal do mundo, anuncia a abertura das inscrições para o Prêmio BVDzero 2018. Realizada a cada dois anos, a premiação reflete o compromisso de longo prazo da Boehringer Ingelheim com a promoção da saúde e bem-estar de animais de produção.

“A diarreia viral bovina (BVD) é uma das doenças mais comuns do gado, causando danos aos animais afetados e grande prejuízo financeiro para a indústria de produção animal. Nós queremos trazer uma mudança de paradigma no controle da BVD”, diz Steve Williams, Head global da unidade de negócios ruminantes da Boehringer.

A Boehringer Ingelheim premiará, com o valor total de 15 mil euros, os 10 melhores cases inscritos. Qualquer pessoa envolvida na produção de gado na Europa (exceto Bélgica) e no Brasil é elegível para participação. As áreas de conhecimento envolvidas incluem pesquisa, diagnóstica, ciências animais, veterinária, produção, saúde e bem-estar animal, entre outras.

Por meio do Prêmio BVDzero, a Boehringer visa estimular a busca por casos de sucesso clínicos e subclínicos de controle da BVD em rebanhos bovinos. A companhia acredita que isso ajudará a ampliar a conscientização sobre a doença e, consequentemente, auxiliará na redução de sua prevalência.

As inscrições para o prêmio podem ser realizadas até 30 de junho deste ano. Os formulários de cadastro e mais informações podem ser obtidos no endereço www.bvdzero.com.

A cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá durante a coletiva de imprensa BVDzero deste ano, que será realizada em Barcelona, na Espanha, em 23 de outubro. Os vencedores serão escolhidos pelo Comitê BVDzero, composto por renomados especialistas em saúde bovina do mercado. (Fonte: Texto Comunicação Corporativa – SP).

Road Show 2018 – Parte II

Espetacular! Com esta palavra poderia definir como foi o 12º Road Show (apresentação ou evento para divulgação de empresa ou de seus produtos em outras praças) para Jornalistas de Agronegócio, realizado de 12 a 16 de março em São Paulo e Minas Gerais. Foi uma experiência maravilhosa estar ao lado de jornalistas do principais órgãos de comunicação do país que tratam de agronegócio. E mais: pelo segundo ano consecutivo ter o Conexão Rural como o único programa rural do Pará convidado para o evento.  Isto demonstra que o programa que produzo e apresento há mais de seis anos em Parauapebas (PA), atualmente veiculado pela Rede TV às 9h30 de domingo, com reprise no sábado no mesmo horário e transmissão ao vivo pelo Facebook da Rede TV, extrapolou as fronteiras do Pará graças ao You Tube e as redes sociais. Como já disse aqui na coluna, nós recebemos informações de várias empresas e entidades do agronegócio, com destaque para a Texto Comunicação Corporativa (SP), que atende diversas grandes empresas ligados ao agro.

Jornalistas de Agronegócio posam para a foto após uma visita à CFM Agro-Pecuária, em Magda (SP)

 

A viagem foi longa, mas bem interessante. Começamos o Road Show na segunda-feira (12) conhecendo a Central de Selagem de Vacinas contra Aftosa, em Vinhedo (SP); na terça-feira visitamos pela segunda vez a Fazenda São Francisco, em Magda (SP), pertencente à Agro-Pecuária CFM, a maior empresa vendedora touros nelore do Brasil. Ainda na terça-feira conhecemos o sistema de confinamento boitel Ribas, em Guarantã (SP), com o apoio da Associação Nacional de Pecuária Intensiva (Assocon). No sistema boitel o dona da fazenda aluga suas terras e o o pecuarista paga para as diárias pelo confinamento. E na quarta-feira visitamos, também pela segunda vez, a Fazenda Santa Ester, em Silvianópolis (MG), que pertence à Casa Branca Agropastoril, a maior criadora das raças Angus, Brahman e Simental.

Na quinta-feira, dia 15, visitamos a Fazenda Colorado, localizada no município de Araras (SP), a maior produtora de leite do país, com 77 mil litros por dia. São 1900 vacas em lactação; 350 vacas ordenhadas por hora, em três ordenhas diárias.

O Road Show para Jornalistas de Agronegócio terminou na sexta-feira (16) com visita à empresa Bena-Frutti, em Osasco (SP), e em contato com representantes da empresas Genesis Group e PariPassu, empresa líderes em soluções de rastreabilidade e conformidade para a melhoria e o desenvolvimento da cadeia produtiva de alimentos seguros e de qualidade.

E fechando a programação fomos até à sede da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), na Rua Riachuelo, no centro de São Paulo, para uma conversa com o novo presidente da entidade, pecuarista e médico Nabih Amin El Aouar.

As reportagens especiais sobre o Road Show para começaram a ser veiculadas no Conexão Rural no domingo passado. Nos próximos dois domingos ainda serão apresentadas novas matérias sobre a viagem da equipe do programa aos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Nossos agradecimentos ao jornalista Altair Albuquerque, diretor da Texto Comunicação Corporativa (SP), pelo convite para participarmos de mais um Road Show para Jornalistas de Agronegócio em São Paulo e Minas Gerais. Esperamos voltar em 2019.

Publicidade

Veja
Também