Publicidade

Coluna do Lima Rodrigues – 3 de abril de 2019

Marcelo Muriel e Lima Rodrigues durante a gravação do programa Conexão Rural, veiculado pela Rede TV de Parauapebas (PA)

Projeto Homenagem

Marcelo Muriel: um maranhense em busca de seu espaço na música sertaneja


O cantor Marcelo Muriel, que completou 40 anos dia 19 de março, nasceu no distrito de Alto Brasil, município de Grajaú, morou em Brasília, em Parauapebas (PA), ficou os últimos dois anos em São Paulo e agora voltou para o Pará, mas já se prepara para alcançar voos mais altos no mundo da música sertaneja. Ele é casado e pai de duas filhas.

Clipes de sucesso

Muriel já gravou seis CDs e três clipes dele estão fazendo sucesso na internet com as músicas “Sou Eu”, “Deusa do Amor” e “Deixa eu Chorar”. Já teve a honra de cantar ao lado de seus ídolos, Zezé de Camargo e Luciano, em um show na sua cidade natal, a bela Grajaú. “Foi um momento inesquecível. Cantei no palco 2, onde se apresentavam as atrações locais, antes do show principal da dupla Zezé de Camargo e Luciano. Para a minha alegria, depois, no palco principal, tive a honra de ser convidado para subir ao palco e cantar para mais de 60 mil pessoas em praça pública ao lado de meus ídolos. Foi muito emocionante. Um dia histórico na minha vida“, disse Muriel em entrevista a este colunista ao participar do programa Conexão Rural, que produzo e apresento na REDE TV de Parauapebas (PA).

O cantor maranhense Marcelo Muriel e a equipe de reportagem do programa Balanço Geral, da TV Record, em São Paulo

 

Bela voz

Bonita voz e com um ótimo timbre, presença de palco e experiência na noite musical, Marcelo Muriel tem tudo para estourar no mundo sertanejo. Sua música mais recente, “Menos 5 graus”, está fazendo sucesso em algumas rádios de São Paulo, Brasília, em Teresina (PI), no Pará e nas redes sociais.

Ludibriado

Muriel deixou o Maranhão, depois de idas e vindas do Pará, e foi para São Paulo em busca do sucesso e acreditando na promessa de um empresário. Chegando lá a coisa mudou. O empresário, que também trabalha com outros artistas, não tinha muito tempo para dar a devida atenção para o cantor maranhense e colocou outras pessoas para atendê-lo. Resultado:  ele foi ludibriado e perdeu até um veículo nessa brincadeira. Comeu o pão que o Diabo amassou em São Paulo e para sobreviver recorreu a outras duas dignas profissões que ele tem: de pedreiro e de pintor.

Marcelo Muriel já se apresentou em diversos programas de TV em rede nacional

 

Humildade

Aliás, sempre humilde, em 2014 eu vi o Muriel pintando o muro de um grande restaurante em Parauapebas. Alguém me disse:

– Lima, está vendo aquele rapaz ali pintando o muro. Ele é cantor e canta muito bem. Leva ele em teu programa.

Fui lá, conversei com ele e levei-o até ao meu programa. Marcelo Muriel cantou e a sua participação teve uma boa repercussão. Depois, ele sumiu, voltou para o Maranhão e em seguida foi para São Paulo, a onde passou muitas dificuldades.

Teve até um fato interessante após a gravação do programa:

– Lima, quanto que é?

– Quanto que é o quê? – perguntei.

– O que te devo por esta participação no teu programa, respondeu Muriel.

– Aqui cantor não paga para cantar. Tenho é satisfação em abrir espaço e dar oportunidade para os artistas da região no meu programa, expliquei.

– Legal. É que na maioria dos programas que participei em São Paulo eu paguei para aparecer. Muito obrigado por esta oportunidade, retrucou. (Nos últimos meses Muriel participou de programas em rede nacional como convidado, sem pagar nada).

A primeira participação do Marcelo Muriel no meu programa foi 2014. E a mais recente foi dia 17 de março, quando ele cantou e falou sobre seu sofrimento em São Paulo.

Balanço Geral

Na oportunidade, ele mostrou um vídeo sobre sua participação no programa Balanço Geral, comandado pelo competente Reinaldo Gottino, em São Paulo, no qual foi tema de uma reportagem que foi veiculada em rede nacional. O foco da reportagem era que um cantor sertanejo do Maranhão havia sido passado para trás, perdido tudo na vida e que estava trabalhando como pedreiro (como disse anteriormente, esta é a outra digna profissão de Muriel, além de pintor e cantor) na capital paulista para sobreviver. Mostrou também outros vídeos em que apareceu em outros programas musicais em rede nacional.

Fé em Deus

Homem de muita fé em Deus, o cantor maranhense não deixou se abalar pelo que sofreu em São Paulo, com o fracasso e a desilusão de fama fácil e muito dinheiro no bolso, e disse que voltará em breve para São Paulo e lutará para atingir seu lugar no mundo da música sertaneja.

Edelson Moura

Para sua felicidade, eu disse para o Marcelo Muriel que o levarei ao programa “Edelson Moura na TV”, veiculado todo domingo às 8h30 na Rede Família (Grupo Record) e pela parabólica para todo o Brasil. Ele ficou muito feliz e revelou:

– Quando eu era criança no interior do Maranhão ouvia, ao lado do meu pai, o Edelson Moura falar na Rádio Nacional de Brasília e nunca imaginei que um dia fosse ter a oportunidade de cantar num programa de rádio ou de televisão comandado por ele. Nossa, você vai realizar um sonho meu. Muito obrigado. (Neste momento, ele para por alguns segundos, se emociona e me cumprimenta em forma de agradecimento).

Pessoas inescrupulosas

A exemplo de Marcelo Muriel, outros cantores maranhenses e paraenses também deixam suas cidades em busca do sucesso, da fama e de dinheiro, mas às vezes são passados para trás por pessoas inescrupulosas e irresponsáveis, que só querem tirar proveito de um inocente artista.

Família

Marcelo Muriel é filho dos lavradores Manoel Pereira da Silva e Francisca dos Santos Silva, que até hoje moram no distrito de Alto Brasil (a onde ele nasceu). O cantor está em seu segundo casamento. Sua atual esposa é Antônia Cleude Silva Sousa, com quem tem uma filha de 10 anos, a Emanuelly dos Santos Silva (o casal mora no momento em Parauapebas). Do primeiro casamento, ele tem uma filha de 20 anos, a Eduarda Sousa Santos, que mora em Brasília.

Muriel é o cara…

Grave bem este nome: Marcelo Muriel. Este maranhense ainda fará muito sucesso no mundo da música sertaneja. Talento, garra, determinação, força de vontade e humildade ele tem demais. Agora, é só esperar para ver e ouvi-lo cantar nos programas de televisão e de rádio, a exemplo de seus ídolos Zezé de Camargo e Luciano, Leonardo e Edelson Moura.

Boa semana a todos e até quarta-feira com saúde e paz.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu