Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Com arbitragem ‘duvidosa’, Paysandu vence o Parauapebas na primeira rodada do Parazão 2018

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mesmo jogando contra o Paysandu, torcida, arbitragem, parte da imprensa da capital e com um jogador a menos, os jogadores do Parauapebas Futebol Clube foram guerreiros, perderam de 1×0, mas representaram muito bem a nossa cidade

O Paysandu venceu na noite desta quarta-feira (17) o Parauapebas Futebol Clube (PFC) por 1 a 0 no estádio da Curuzu, em Belém, e estreou com vitória na disputa do Campeonato Paraense 2018. A partida foi válida pela primeira rodada do Estadual.


O único gol da partida foi marcado pelo meia Fábio Matos, aos 34 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Paysandu chegou aos três pontos e divide a liderança do grupo A1 do Parazão com o Águia e Independente.

Na próxima rodada, o Paysandu enfrenta no domingo (21) o Castanhal no estádio Maximino Porpino, em Castanhal. Já o Parauapebas encara no também domingo o Cametá, no estádio Parque do Bacurau, em Cametá.

O Jogo

Atuando diante do seu torcedor e com uma arbitragem que favoreceu e muito o seu elenco, o Paysandu iniciou tentando ditar o ritmo da partida. Logo a um minuto de jogo, Nando Carandina levantou na área, Max Carrasco tentou cortar, cabeceou a bola para trás, porém o jogador se recuperou no lance e afastou o perigo em cima da linha.

Com maior volume de jogo, o Paysandu tentava chegar pelas laterais, porém o setor defensivo do Parauapebas estava bem postado e resistiu as investidas do adversário. Aos 30 minutos, Perema cruzou na área, Fernando Timbó escorou e Peu finaliza da entrada da área, mas a bola foi para fora.

Aos 35’, o Parauapebas ficou com um jogador a menos em campo. Augusto Recife deu uma entrada dura no zagueiro Perema e acabou sendo expulso. A expulsão revoltou torcedores e jogadores do PFC e foi criticada por muitas pessoas que acompanhavam a partida.

O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva ainda expulsou o técnico do Parauapebas, Léo Goiano, que ficou irritado com a marcação errada de um lateral que seria para o PFC cobrar, porém, a arbitragem deu ao Paysandu.

Aos 46’, Angelo cobra escanteio, Monga cabeceia, mas o goleiro Marcão espalma para o meio da área e, na sequência, o zagueiro Perema afastou o perigo.

Na volta do intervalo, o Paysandu retornou a campo disposto a pressionar o adversário. Maicon Silva cruza na área e Mike cabeceia forte, mas o goleiro Bruno fez grande defesa, aos cinco minutos. Aos 11’, Mike é lançado em liberdade, mas o goleiro Bruno sai bem do gol, fecha o ângulo e afasta o perigo.

Com um a menos em campo, os jogadores do Parauapebas começam a sentir a parte física e passam a ser pressionados pelo Paysandu nos minutos finais. Aos 30 minutos, Maicon Silva cruza na área, Mike cabeceia, mas o goleiro Bruno salva o Pebas.

Com o gol marcado, o Paysandu passou a administrar o placar obtido até o apito final do árbitro.

Ficha Técnica
Paysandu 1 x 0 Parauapebas

Local: estádio da Curuzu (em Belém-PA);
Data: 17/01/2018 (quarta-feira);
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva;
Assistentes: Helcio Araújo Neves e Rafael Vieira Ferreira;
Público pagante: 13.448 torcedores; Público presente: 14.923 torcedores; Renda: R$ 320.951,00;
Gol: Fábio Matos aos 34′ do 2º tempo;
Cartões amarelos: Nando Carandina e Perema (Paysandu); André Ribeiro, Angelo, Max Carrasco e Monga (Parauapebas);
Expulsão: Augusto Recife (Parauapebas);

Paysandu
Marcão; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Fernando Timbó (Renan Gorne); Renato Augusto, Nando Carandina (Cáceres) e Fábio Matos; Mike, Peu (Danilo Pires) e Moisés. Técnico: Marquinhos Santos.

Parauapebas
Bruno Pianissolla; Tiago Baiano, Rodrigo, André Ribeiro e Rafinha; Max Carrasco, Augusto Recife, Wellington Cabeça (Wilkerson) e Evandro; Ângelo (Amaral) e Monga (Rogério Maranhão). Técnico: Léo Goiano.

Reportagem: Futebol do Norte / Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também