Com recursos do Estado, terceira ponte sobre o Rio Itacaiúnas será via de desenvolvimento para Marabá e região

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

default

Com a terceira maior frota de carros do Estado, formada por quase 35 mil veículos trafegando por dia, o município de Marabá, no sudeste paraense, vai ganhar em breve uma terceira ponte sobre o Rio Itacaiúnas, com 518,5 metros de extensão, para ser alternativa ao trânsito e facilitar o escoamento da produção de toda a região. A obra é viabilizada por meio de um convênio assinado na quarta-feira (11), entre o Governo do Pará e a Prefeitura de Marabá. O Estado investirá R$ 25 milhões na nova via, por meio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran).

O motorista Gilmar Araújo, 50 anos, mora em Marabá e utiliza uma das pontes diariamente. Empolgado, ele ressalta que a terceira ponte vai ajudar a aliviar o trânsito pesado na cidade. “Eu cruzo a ponte umas seis vezes por dia: de manhã para vir ao trabalho, no decorrer do trabalho, fazendo o trabalho, e à tarde, retornando. Na faixa de umas seis, sete vezes por dia. O tráfego está difícil porque pela manhã, das 7 às 8 horas, se torna difícil. O congestionamento é muito difícil no horário de meio-dia, também. Retornando da Nova Marabá ou da Velha Marabá para a Cidade Nova é uma fila imensa. Então, essa nova ponte representa desenvolvimento do município. Uma nova ponte vai trazer benefícios para os moradores, tanto da Cidade Nova quanto do núcleo Velha Marabá e do núcleo Nova Marabá. Vai desenvolver, vai ser maravilhoso! Vai ser um alívio, um benefício muito grande para a região”, disse Gilmar Araújo.


A mesma opinião é compartilhada por José Ferreira, que também reclama do trânsito congestionado. “Atravesso a ponte umas duas, três vezes por dia. O tráfego hoje é péssimo, porque tem um congestionamento enorme. Se você pega o horário de 7h30 é ruim; as 18 horas, é pior. Muitas pessoas passam lá por cima, muitos trabalhadores, muitos motociclistas. É difícil o acesso. Essa nova ponte vai beneficiar muito a população de Marabá, que precisa muito dela, que mora em lugares mais afastados. Ela vai ser muito benéfica tanto para quem mora perto quanto para quem mora longe”, ressaltou.

Valorização – O projeto ainda prevê o prolongamento e a pavimentação da Avenida 2000 e de ruas do entorno, beneficiando e valorizando casas e lotes de mais de 50 mil moradores dos bairros Filadélfia, São Miguel da Conquista, Folha 33 e Folha 35. O projeto executivo da ponte está em fase de elaboração, e assim que estiver pronto será iniciado o processo licitatório, exigido para a execução das intervenções.

Para o governador Helder Barbalho, o Pará vivencia o maior plano de infraestrutura já posto em prática, com a construção de pontes, reconstrução de vias e criação de novas estradas em todas as regiões. “O Governo do Pará quer que essa cidade cresça, cada vez mais, dentro de um planejamento urbano que acompanhe as dimensões e a envergadura que esse município atingiu. Hoje, Marabá cresce acima da média em relação aos outros municípios do Pará. Com a terceira frota de veículos do Estado, e consequentemente o crescimento da população, é fundamental que a cidade seja pensada nessa extensão. Fico feliz em estarmos aqui concretizando essa parceria”, disse o chefe do Executivo ao liberar a primeira parcela dos recursos para a obra de melhoria da trafegabilidade.

veja também