Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Comércio de Parauapebas começa a esboçar reação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O ano começou e com ele vêm novas expectativas, principalmente para quem vive e trabalha em Parauapebas. Para quem contabilizou prejuízo no ano de 2016, espera começar o ano de 2017 com menos dor de cabeça e mais oportunidades.

A crise financeira e política que afetou o país e consequentemente a cidade, obrigou o cidadão comum que depende do emprego do comércio local para sustentar sua família, a se “virar nos trinta”, para buscar novas alternativas de sobrevivência.


Quem sentiu na pele e sabe exatamente do que isso se trata é Rosenir dos Santos Farias, de 38 anos, que há seis meses se viu demitida do cargo de monitora em uma escola de educação infantil, e que teve que se reinventar como tantos outros chefes de família da cidade que se viram sem a sua única fonte de renda, e há quatro meses fez de seu “hobby”, que é cozinhar, seu trabalho, e todos os dias pode ser vista vendendo batata frita em uma barraca na Praça do Cidadão, no Bairro Rio Verde.

BOAS NOTÍCIAS

Ainda não se tem estatísticas sobre o assunto, mais é possível notar que pouco a pouco o comércio parauapebense vem reagindo de forma positiva no que se trata de lucros e geração de empregos. Para quem passou o ano passado desempregado, o ano corrente começa com boas expectativas, e para quem quer voltar ou até mesmo conseguir o tão sonhado primeiro emprego, 2017 parece ser mais otimista que o ano passado. A geração de emprego prometida tanto da inciativa privada como da pública, realça a esperança de quem quer estar no mercado de trabalho.

Quando se trata de vagas de emprego ofertadas pelo o poder público, as notícias são boas, os acordos feitos pela a prefeitura municipal reacende essa tese, tendo em vista que o prefeito eleito Darci Lermen anunciou que está prestes a lançar um grande projeto de saneamento básico que deve gerar mais de três mil empregos em Parauapebas .

Seja no bairro Cidade Jardim ou no dos Minérios, o que se pode notar nas conversas de ponta de esquina é a expectativa que pesa principalmente sobre o novo cenário politico da cidade é de que novos ‘ares’ poderão ser sentidos, principalmente para o cidadão parauapebense.

Reportagem: Jesleson Parente – Estagiário do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também