Comunidade indígena Xikrin do Kateté celebra conquistas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assinatura de projeto de lei, seminários, a ação Prefeitura na Comunidade, apresentações culturais, amistoso de futebol entre Xikrin (Parauapebas) e Gavião Kykatêjê (Marabá), e a confirmação dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas para 2023, em Parauapebas, fizeram parte das comemorações realizadas em homenagem ao Dia dos Povos Indígenas.

“A gente está muito feliz com toda essa programação cultural aqui no município de Parauapebas. Essa parceria com a prefeitura é muito positiva, pois esse reconhecimento é muito bom para fortalecer a cultura. É gratificante a gente comemorar aqui e estamos ansiosos em receber nossos parentes de outros países para os jogos mundiais. É motivo de alegria em sermos o anfitrião, em recebermos outros países em nossa casa”, declarou o diretor do setor indígena, Kaiorê Xikrin.


A valorização da cultura Xikrin é uma das políticas desenvolvidas pelo município de Parauapebas, “a história dos nossos ancestrais e primeiros habitantes da nossa região e a sua cultura é uma das nossas riquezas e deve ser preservada”, destacou o prefeito Darci Lermen, durante a cerimônia de abertura do amistoso realizado na noite desta terça-feira, 19, no Estádio Rosenão.

Girlan Pereira, coordenador do Departamento de Relações Indígenas (DRI) da prefeitura, destacou que Parauapebas tem cerca de 2 mil indígenas, distribuídos em 14 aldeias. “É um momento histórico para comunidade Xikrin, de comemorar mostrando à sociedade local que o povo Xikrin tem suas tradições, suas danças. Nosso objetivo é valorizar a cultura da comunidade local”, acrescentou Girlan.

Serviços

A programação de homenagem aos povos indígenas começou na semana passada durante o Seminário de Capacitação Migrar, Acolher e Integrar – Os Warao em Parauapebas (indígenas venezuelanos), e seguiu com a realização da ação Prefeitura e Comunidade e de um seminário de educação indígena, nesta terça-feira, pela manhã.

Mais de 400 indígenas foram beneficiados com os atendimentos de saúde, assistência social e emissão de documentos do Prefeitura na Comunidade, realizado no ginásio poliesportivo.

Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Parauapebas é um dos poucos municípios do Brasil que tem políticas públicas destinadas exclusivamente aos povos indígenas, proporcionando troca de conhecimento, valorização e respeito às tradições dos primeiros habitantes do país. Este é um dos motivos que fez o município ser escolhido para sediar a 3ª edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em 2023.

“Vamos receber índios do Brasil inteiro e de mais 24 países, vamos preparar uma grande estrutura para a realização desse grande evento esportivo, do jeito que a cultura indígena”, afirmou Darci ao anunciar a notícia no Estádio Rosenão. O evento vai ajudar a disseminação o turismo em Parauapebas, especialmente a Rota Indígena.

Projeto de Lei

O prefeito Darci também assinou, durante a programação no Rosenão, um projeto de lei que trata sobre a promoção da política indigenista, criação do Conselho Municipal Indígena, do Fundo Especial e da Coordenadoria Municipal de Relações Indígenas e determina a saúde e a educação escolar indígena como prioridade absoluta.

O documento foi assinado também pelo vereador Zé do Bode, que garantiu levar o projeto de lei para apresentar na Câmara na próxima sessão.

veja também