Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Conselheiros realizam pré-conferências de saúde em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com intuito de se preparar para a X Conferência Municipal de Saúde de Parauapebas, prevista para ocorrer nos dias 30 e 31 de agosto e 1º de setembro deste ano, os membros do Conselho Municipal de Saúde iniciaram na noite desta quinta-feira (5) as primeiras pré-conferências com entidades e organizações não governamentais para escolha de seus respectivos delegados.

No primeiro dia de realização das 25 pré-conferências, que vão até o dia 15 do mês de maio, ocorreram simultaneamente reuniões no Hospital Municipal de Parauapebas (Bairro Cidade Nova), na Unidade da Família no Bairro Liberdade II, na Apae (Bairro União), na Sorri Parauapebas (Bairro Rio Verde), no Barracão do Rui (Bairro Primavera) e na Igreja Jeová Shalon (Bairro Nova Carajás).


Nos seis encontros realizados, a exemplo das outras que virão, as pessoas representativas de entidades e organizações não governamentais escolheram, por aclamação, os primeiros delegados que vão participar da Conferência Municipal, que este ano traz o tema “Consolidação dos instrumentos de gestão do SUS”.

Na reunião ocorrida no HMP, os conselheiros Alan Weberth Miranda e Adão Lopes Silva explicaram aos presentes a importância de a comunidade organizada escolher os conselheiros, que terão papel fundamental na X Conferência Municipal de Saúde de Parauapebas, quando ocorrerá a eleição da nova diretoria do Conselho Municipal de Saúde.

Segundo ainda os palestrantes, os conselheiros têm como atribuições elaborar estratégias, traçar diretrizes e propor medidas para aperfeiçoar o SUS, além de fiscalizar e acompanhar as ações de saúde no município.

Alan Miranda e Adão Silva informaram também que o Conselho Municipal de Saúde é um órgão colegiado composto por representantes do governo municipal (25%), prestadores de serviços públicos na saúde (25%) e profissionais de saúde e usuários (50%).

Publicidade

Veja
Também