Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Coordenadores do EJA Pro participam de formação em São Paulo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A coordenadora Sandra Alves e os monitores Anderson Pinheiro, Daniel Sousa e Kédyna Coelho, do programa EJA Pro de Parauapebas, juntaram-se aos educadores do Estado do Maranhão e participaram de uma formação na cidade de São Paulo, no início de agosto.

Em Parauapebas, o programa é desenvolvido através do projeto Ação Educação, uma parceria entre a Fundação Vale e a Secretaria Municipal de Educação (Semed). As ações são direcionadas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).


Elaboração do projeto político pedagógico da EJA, currículo e planejamento, monitoramento e avaliação a partir do portfólio e oficina de imagens foram alguns dos assuntos abordados durante a formação.

Os educadores de Parauapebas fizeram uma explanação de como o programa EJA é estruturado no município e que EJA queremos para o município, listando as ações que configuram o ensino e aprendizagem significativos de qualidade, baseados no conhecimento das trajetórias de todos os envolvidos na Educação de Jovens e Adultos.

“A formação nos proporcionou novos conhecimentos, principalmente a partir dos indicadores levantados que serão os norteadores para as necessidades de ensino e de aprendizagem de qualidade. Assim, nosso trabalho com os alunos será pautado em um planejamento integrado, com a efetiva participação de todos os envolvidos na busca pela qualidade social da EJA”, destacou Kédyna Coelho.

A educadora ressaltou ainda que os principais procedimentos para o trabalho a ser desenvolvido pelos alunos no programa EJA Pro serão o portfólio enquanto avaliação processual para a aprendizagem significativa e a construção do projeto de conclusão de curso.

Em Parauapebas, o programa oferece os cursos de Logística e Ocupações Administrativas, atendendo mais de 500 alunos das escolas Faruk Salmen, Jean Piaget, Paulo Freire, Paulo Fonteles e Olga da Silva, totalizando 14 turmas.

Publicidade

Veja
Também