Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Coordenadores do programa Mais Educação apresentam atividades desenvolvidas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A coordenação do programa Mais Educação reuniu professores, coordenadores e a secretária municipal de Educação, Juliana de Souza, com a finalidade de avaliar e demonstrar o funcionamento das atividades desenvolvidas nas escolas desde o início do ano e ainda esclarecer dúvidas pertinentes ao programa.

Além das questões pedagógicas, o programa trabalha a socialização e atividades dinâmicas de equipe, utilizando recursos de cunho esportivo, artístico e cultural. O programa se destaca por oferecer atividades extra-sala de aula em períodos diferentes do horário escolar, colaborando para os alunos ficarem mais tempo na escola. As escolas de ensino fundamental Carlos Drummond, Carlos Henrique e Monteiro Lobato foram escolhidas para apresentarem as atividades realizadas.


Segundo a coordenadora Lidiane Ferreira, da escola Carlos Drummond, atualmente a escola atende a 150 crianças com atividades de letramento, dança, teatro, caratê e grafite, totalizando seis turmas. “Sonhamos com uma educação melhor, e o programa Mais Educação chega para acrescentar na qualidade. Foi visível a felicidade de nossos alunos com a chegada do programa na escola. Já percebemos que com a atividade de letramento nossas crianças estão gostando mais de ler”, contou a professora.

Na escola Carlos Henrique, o professor Alfredo de Jesus coordena o programa com atividades de dança, teatro, letramento e pintura, e ressalta que é um desafio muito prazeroso. De acordo com o educador, as atividades extras têm motivado os alunos a se envolverem mais em sala de aula. “No momento em que se envolvem, eles se sentem parte do processo, o que contribui para o crescimento social e escolar”, explica.

Virgílio de Jesus, coordenador do Mais Educação na escola Monteiro Lobato, localizada na zona rural, apresentou os resultados positivos do programa, que já reflete em toda comunidade. A escola atende a 100 alunos e desenvolve atividades de teatro, pintura, letramento e horta.

O coordenador destaca, por exemplo, a implantação da horta na escola, que envolveu os alunos nas etapas de preparação dos canteiros, plantio de sementes e mudas, assim como na primeira colheita dos vegetais.

De acordo com a coordenação municipal do programa, 24 escolas estão envolvidas nas ações, que contam com monitores voluntários. Além de visitar as escolas todos os meses, o encontro é mais uma forma da coordenação socializar os resultados com todos os profissionais envolvidos no programa.

Reportagem: Liliane Diniz / Foto: Marcos Rocha

Publicidade

Veja
Também