Corpo de Bombeiros alerta quanto às queimadas na região de Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foto: Arquivo | Bariloche Silva | Portal Pebinha de Açúcar

Ao se aproximar a estação do verão, quando cessa o período de chuvas e aumentam os focos de incêndios e queimadas no município e região, o comandante do 23º Grupamento Bombeiro Militar em Parauapebas, major BM Hugo Cardoso Ferreira, alerta quanto aos cuidados que a população deve ter para evitar queimadas em quintais e áreas maiores.

Segundo o comandante, a guarnição, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), todo ano nesta época deslancha campanha de conscientização e combate aos incêndios, com aplicação, inclusive, de multas aos eventuais infratores.


A ação de aplicação de multas, de acordo com o major Hugo Ferreira, é baseada numa lei municipal aprovada no ano passado que proíbe queimadas no município de Parauapebas.

O comandante do Corpo de Bombeiros revela que duas empresas foram multadas por praticar queimadas irregulares na região. Para ele, essas multas podem desestimular outras pessoas ou empresas a provocar queimadas em seus quintais ou roças na zona rural.

Na avaliação do major Hugo, a maioria das queimadas em quintais e roças acontece porque grande parte das pessoas que comentem essa prática considera que fica mais barato limpar o terreno com fogo do que outros meios politicamente ecológicos.

Hugo Ferreira alerta que no momento as ações do Corpo de Bombeiros são para orientar as pessoas que por ventura tenham a intenção de tocar fogo em seus terrenos, mas avisa que a partir do segundo semestre, quando deslancha a “Operação Queimadas”, os eventuais infratores serão multados.

0

Publicidade

veja também