Curionópolis integra consórcio nacional de vacinas contra a Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após aprovação da Câmara Municipal de Vereadores, foi sancionada pela prefeita Mariana Chamon, a Lei Municipal n° 007/21 que possibilita o ingresso do município de Curionópolis no Consórcio Nacional ne Vacinas das Cidades Brasileiras, gerido pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), para dar suporte aos municípios na aquisição de vacinas contra a covid-19.

A ratificação, foi aprovada por unanimidade nessa quinta-feira, 18 de março, na sessão da Câmara de Vereadores, que também reconheceu a necessidade urgente do município buscar alternativas para conter a pandemia. “Essa adesão vai fortalecer a busca por recursos para combatermos a pandemia. Nós vamos entrar nesse movimento, adquirir as vacinas para imunizar nossa população e vencer esse momento difícil”, enfatizou o vereador Alexandre Santos, líder do governo na câmara.


O consórcio, denominado “CONECTAR”, através dos municípios participantes, representa mais de 125 milhões de brasileiros. Além da aquisição de vacinas, tem por objetivo facilitar a compra de medicamentos, equipamentos e outros insumos importantes. A Frente Nacional de Prefeitos, busca viabilizar a destinação de recursos federais, doações nacionais e internacionais para que os municípios não tenham que agregar recursos próprios, uma vez que já enfrentam grandes dificuldades com a pandemia.

Integrando o grupo, o município fortalece as ações que já estão sendo realizadas desde o início do ano pela Secretaria Municipal de Saúde, como a criação do Centro de Referência e Atendimento a Covid-19, a doação de álcool em gel para a população e a força tarefa para vacinação de todo o público-alvo do calendário de imunização, começando por profissionais da saúde e agora, idosos.

Curionópolis, foi o primeiro município na região sudeste do Pará, a destinar recursos próprios em um programa de transferência de renda para que a população que vive em extrema pobreza, receba ajuda financeira. Através do programa Renda Emergencial Curionópolis, as famílias receberão o valor de R$ 150 reais durante três meses, para enfrentar o momento mais crítico da pandemia.

veja também