Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

CURIONÓPOLIS: Na semana decisiva, Mariana Chamon vai a 53,17%, aponta pesquisa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em Curionópolis, a liderança de Mariana Chamon (MDB) na corrida eleitoral para prefeita se mostra consolidada. Em nova pesquisa do Instituto Gauss, esta do dia 10 de novembro, a candidata aparece com 53,17%, resultado acima do anterior, de 25 de outubro, quando aparecia com 48,78% da preferência do eleitorado.

O segundo colocado é o atual prefeito Adonei Aguiar (DEM), que tem 27,8%, contra 26,83% do mês anterior. Valdeir do União (CID) é o terceiro colocado, com 10,73%, seguido de Gildásio Borges (PSD), com 0,98%; enquanto Joel Senna (PDT) e Júlio Amaral (PSL) não pontuaram, apesar de terem os nomes citados na direcionada.


No universo de pessoas ouvidas, 5,85% disseram não saber em quem vão votar ou não responderam. Outros 0,98% disseram que votam em branco ou vão anular e 0,49% responderam “nenhum desses”.

A pesquisa da Gauss foi contratada pelo Portal Pebinha de Açúcar e ouviu 205 eleitores de Curionópolis. Nesta nova pesquisa, a margem de erro é de 3,5 pontos para mais ou para menos e 95% de nível de confiança. Está registrada no TRE-PA-07591/2020.

 

ESPONTÂNEA
Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados ao eleitor os nomes dos candidatos, Mariana também lidera, desta vez com 50,24%. Adonei tem 27,32%, Valdeir 10,24%, Gildásio 0,98%, enquanto Joel Senna e Júlio Amaral não foram citados. Outros 11,22% disseram que não sabem em quem vão votar ou não quiseram opinar.

 

CANDIDATOS E COLIGAÇÕES
Mariana Chamon é jornalista e concorre a prefeita de Curionópolis pelo MDB, na coligação “Trabalho e desenvolvimento”, formada também pelos partidos: PL e AVANTE; Adonei Aguiar é do Democratas, é o atual prefeito. Ele concorre na coligação “Liberdade e justiça social”, com o partido PSDB; Gildásio é vereador na cidade e concorre pelo PSD, na coligação “Juntos por Curionópolis”, com o PRTB de aliado; Joel Senna é do PDT, sem partidos coligados; o mesmo acontece com Júlio Amaral, do PSL; Valdeir do União, está no partido Cidadania, e não tem coligados.

Publicidade

Veja
Também