Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Cursos gratuitos estimulam o empreendedorismo em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria da Mulher de Parauapebas oferece 7 cursos gratuitos para o público feminino com o objetivo de desenvolver o empreendedorismo na região e alcançar a igualdade de gênero.

Um dos cursos é o de corte e costura que está transformando a vida de 25 moradoras de Parauapebas, elas tiveram 60 horas aulas e aprenderam a confeccionar bolsas, roupas e acessórios e receberam no último final de semana seus certificados de finalização do curso.


Elaine Carla que é a atual Coordenadora da Casa da Mulher, ressalta que as pessoas que queiram participar de qualquer curso têm que procurar o Centro de Integração de Atendimento à Mulher e passar por uma triagem, pois um dos objetivos e tirar estas mulheres da situação de vulnerabilidade.
“Vemos muitas mulheres desanimadas, desempregadas e oferecemos uma ferramenta para que elas possam entrar no mercado de trabalho ou até mesmo se tornar uma empreendedora, mas é fundamental que esta mulher queira sair da estagnação e ganhar sua independência financeira”, ressalta.

A professora do curso de corte e costura, Leila Maria, conta que um dia esteve nesta situação destas mulheres e alguém a ensinou a trabalhar, e ela de alguma maneira tenta repassar tudo que aprendeu para que outras mulheres possam superar suas dificuldades e se auto superar.
“É uma coisa linda ver estas meninas dedicadas, com vontade de aprender e colocar em prática. Com certeza elas vão ganhar dinheiro com isso. Eu fico muito feliz”, disse a professora Leila.

 

Dedicada foi a jovem Jessica Alves, de 27 anos, mãe de dois filhos. Ela mora no residencial Alto Bonito e para não perder esta oportunidade de fazer o curso de corte e costura, caminhava todos os dias da sua casa até o Centro Integrado de Atendimento à Mulher, e apesar de todo o sacrifício, foi uma das alunas exemplar. E ela garante que vai mudar de vida depois deste curso.
“O empreendedorismo possibilita a gente a sonhar e isso é muito bom, principalmente para quem nunca teve oportunidade. Ele possibilita a gente ser o que a gente quer ser”, disse emocionada a futura empreendedora.

Jessica Alves também ressalta que o curso não era apenas confeccionar bolsas e roupas, elas acabavam conversando de tudo, falando um pouquinho de tudo, como foi o dia e das dificuldades, e isso a motivava a querer superar todas as dificuldades e aprender tudo que a professora ensinava.
“Caminhava seis quilômetros todos os dias para estar aqui e aprender tudo que a professora ensinava, mas o companheirismo e união de todas também eram uma força para não desistir e seguir em frente” diz a jovem Jessica.

Publicidade

Veja
Também