Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Darci Lermen vence e é o novo prefeito de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Triunfou neste domingo (2) o candidato Darci Lermen (PMDB), com mais de 4 mil votos de diferença ante seu principal concorrente, Valmir Mariano (PDS), atual prefeito e candidato à reeleição. A vitória do 15, número de Darci nas urnas, quebra o tabu de reeleição na trajetória política de Parauapebas.

Antes de Valmir, todos os prefeitos que tentaram segundo mandato conseguiram a oportunidade, inclusive Darci. Valmir, mesmo de posse da máquina, não foi feliz. Seu governo – que prometeu “a mudança” ao derrotar em 2012 Coutinho, ungido de Darci, por humilhantes 20 mil votos de diferença – só conseguiu “destravar” em 2015, após inúmeros escândalos e cafés da manhã com Polícia Federal, Ministério Público e Gaeco. Quase 20 secretários foram trocados pelo prefeito, como quem troca de roupa, e Valmir, a cada “mudança”, desgastava-se.


O governo mudou tanto que já não tinha mais identidade. Inicialmente, já não tinha a cara de Parauapebas pela quantidade de pessoas “importadas” para ocupar cargos importantes no Executivo. A resposta disso tudo, associado a medidas impopulares, veio das ruas.

CATALÃO É DESTAQUE

É preciso reconhecer, além do retorno de Darci, que não tinha grande aporte financeiro para sua campanha, o desempenho brilhante de Marcelo Catalão, candidato do 25, que faz carreira na história política local. Com uma campanha crítica, limpa e bonita, Marcelo se mostrou alternativa com mais de 16 mil votos e, se continuar no pique político, deverá ser um nome de peso nas eleições municipais de 2020.

Voto a voto

Darci foi eleito com 52.049 votos, Valmir Mariano teve 47.918 votos, Marcelo Catalão alcançou a marca de 16.276 votos, Chico das Cortinas teve seu número digitado nas urnas por 5.846 pessoas e Hipólito Reis ficou em último com 2.226 votos.

Publicidade

Veja
Também