Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Deputado Gesmar Costa critica abandono do Governo Jatene no sul e sudeste do Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ao usar a tribuna na ALEPA (Assembleia Legislativa do Pará) na manhã de hoje (16), o deputado estadual Gesmar Costa (PSD), fez duras críticas ao Governo do Pará que é comandado por Simão Jatene (PSDB).

Gesmar citou as festividades em comemoração aos 29 anos de emancipação política de Parauapebas e Curionópolis, onde, segundo o deputado, não se sentiu útil como parlamentar por não ter o prazer de inaugurar nenhuma obra do Estado. “Aliás isto não é de agora. O grande descaso foi notado nas gestões de todos os governantes ao longo destes 29 anos”, conta Gesmar, enumerando que ao invés disto, o que e tem em Parauapebas do governo do estado são várias obras paradas e sensação de insegurança muito grande.


Segundo Gesmar, mesmo sendo da base de apoio do Governo Jatene, não pode se calar diante de tal situação, “pois um município da envergadura e peso que tem Parauapebas para o estado do Pará, merece mais zelo e mais cuidado”, relatou o deputado que lamentou que nos cinco meses em que está naquela Casa Legislativa, não tenha visto evoluir nada nas regiões sul e sudeste do Pará.

Gesmar qualificou o Estado como “máquina emperrada” a ponto de causar indignação. “Fica difícil voltar à minha cidade onde obtive 25% dos votos válidos em 2014 e, além de chegar de mãos abanando, não ter resposta para nada”, lamenta Gesmar, citando as muitas perguntas da população: Quando se reiniciam as obras? Quando se instala isso ou aquilo? E ele diz não ter uma resposta concreta mandada pelo governo, situação que ele diz ser desconfortável, exatamente, por fazer parte da base do governo.

Na segunda parte de seu pronunciamento, Gesmar citou a morte do prefeito de Breu Branco; o que ele diz ser normal quando se mata um cidadão comum. “Só representa o aumento da violência quando se mata um prefeito, vereador ou outra pessoa de influência. Aí vira retórica. Mas todos os dias se matam pessoas por este estado afora. Mas podemos lançar convite aos pistoleiros de outros lugares dizendo: venham para o Pará, pois aqui vocês se darão bem”, desabafou Gesmar, repudiando a violência e impunidade crescente no Pará.

O judiciário, também, foi alvo de críticas do deputado Gesmar Costa, que citou a morosidade da Justiça como agravante para solução de crimes e atenuante para os assassinos. Gesmar citou que todos os dias na ALEPA se fala em segurança pública, mas diz se sentir impotente fora da tribuna por não poder reagir à questão da violência no Pará.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também