Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Desembargador determina que Netflix retire Especial de Natal do Porta dos Fundos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, determinou nesta quarta-feira (8), que a produtora Porta dos Fundos e a Netflix retirem do catálogo da plataforma de streaming o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”.

Em sua decisão, o magistrado alega que “as consequências da divulgação e exibição da ‘produção artística’ (…) são mais passíveis de provocar danos mais graves e irreparáveis do que sua suspensão, até porque o Natal de 2019 já foi comemorado por todos”.


O pedido da retirada da peça cinematográfica havia sido feito pelo Centro Dom Bosco de Fé e Cultura e foi negado em primeira instância.

Em sua justificativa final para conceder a liminar, Abicair afirma que “mais adequado e benéfico” para a sociedade brasileira, que segundo ele é majoritariamente cristã, “recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos”.

O especial de Natal do Porta dos Fundos causou polêmica com entidades cristãs desde o fim do ano passado. O argumento é que a produção mostraria Jesus homossexual. Ainda no final de 2019, a produtora sofreu um ataque por conta do programa. Coquetéis molotv foram jogados na sede dos criadores de conteúdo e quase causaram um incêndio. Um dos suspeitos pelo atentado, Eduardo Fausi, teve sua prisão decretada, mas está foragido na Rússia.

Publicidade

Veja
Também