Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Detentos abrem túnel em cela e fogem da carceragem do Rio Verde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Oito perigosos presos de justiça que estavam custodiados na carceragem municipal do Bairro Rio Verde, em Parauapebas, fugiram na madrugada desta quarta-feira (4), após cavarem um túnel em uma cela com 84 internos, entre eles, assaltantes, homicidas e traficantes. No momento da fuga, havia um total de 197 presos na carceragem, amontoados num espaço com capacidade para acomodar apenas 60 pessoas.

Ouvida pela reportagem, a diretora local da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), Neucélia de Souza Silva, explicou que a fuga dos detentos ocorreu por volta das 3h20 da madrugada, minutos antes de os agentes penitenciários, com apoio da Polícia Militar, fazer a costumeira ronda noturna nos arredores das celas do xadrez.


“Os agentes e os PMs ainda chegaram a ouvir o estouro do buraco na superfície externa, mas oito presos já haviam escapulido”, detalha a diretora da unidade da Susipe em Parauapebas, lembrando que um dos fugitivos é acusado de ter assassinado o empresário Altamiro Soares Borba, no dia 22 de julho, em Parauapebas.

Os oito presos que fugiram são os elementos Aldo Costa Ferreira, Dheimes Souza Silva, Fábio Batista Sá, Gerônimo Andrade Silva, Jorge Henrique de Melo Oliveira, Lucas Ribeiro dos Santos, Rodrigo Silva Rocha e Ailton Pereira Lima, conhecido por “Bazuca” (envolvido na morte de Altamiro Borba).

Neucélia Silva pede à população que se, por acaso, se deparar com alguns dos fugitivos, ligue imediatamente para o Disque Denúncia, 3346-2250; Polícia Militar, 190 e 3356-1050; Casa Penal, 3356-2007; ou Polícia Civil, 3346-8189.

Reeportagem: Ronaldo Modesto / Waldyr Silva

Publicidade

Veja
Também