Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Disque-drogas: Taxista é preso em Parauapebas por envolvimento com tráfico de entorpecentes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A parceria até que ia bem, mas a verdadeira máxima de que “o crime só compensa para advogado criminalista” cumpriu-se na vida do taxista Jadson Gomes da Silva, preso por tráfico e associação ao tráfico após abordagem feita pela Polícia Civil no início da noite de ontem, 17, sexta-feira, na Praça Mahatma Gandhi.

O delegado plantonista, André Tavares Amorim, contou à equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar que com denúncias feitas de que havia um taxista fazendo o serviço de ‘disque-drogas’ e após investigação e campana, foi flagrado a chegada do denunciado na Praça Mahatma Gandhi para fazer uma possível entrega. “Mas após revista no carro e no corpo do taxista nada foi encontrado, pois a droga estava com um de seus comparsas”, afirmou André, relatando ainda que a equipe de policiais não esperava que com ele tivessem outros dois comparsas, um evadiu-se e o outro, Nailson Costa do Nascimento, foi abordado e com ele encontrada pequena quantidade de maconha. O próximo ato da polícia foi conduzi-lo até sua residência onde confessou que a outra parte da droga estava no telhado do condomínio em que mora.


Relato confirmado após a retirada da droga (maconha) do telhado já embalada em quantidades diferentes pronta para comercialização. O flagrado confessou ainda sua parceria com o taxista e ambos foram conduzidos à delegacia, apresentados e autuados pelo crime de tráfico de entorpecentes.

As investigações continuam, conforme afirmações de André Tavares, pois é preciso capturar o comparsa fujão e também para desvendar o fato de ter sido encontrado na residência de Nailson Costa duas balaclava, também conhecida como máscara ninja (normalmente utilizada em assaltos). “Mesmo não tendo sido encontradas armas no local, as máscaras evidenciam o possível envolvimento em assaltos ou ações do tipo”, afirma André.

Reportagem e fotos: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também