Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Dois casos de estelionato são registrados por dia em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Delegada Yanna Azevedo Foto: Arquivo | Rádio Clube

Hoje em dia com o grande acesso à rede mundial de computadores e aos aplicativos de compras e vendas, como o OLX, por exemplo, o número de registro de crimes praticados por estelionatários vem crescendo assustadoramente em Parauapebas e região.

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar entrevistou a delegada Yanna Azevedo, ela é responsável pela Divisão de Homicídios da 20ª Seccional de Policia Civil em Parauapebas e também acumula a parte de investigação de crimes de estelionato, que mm conformidade com o Código Penal brasileiro, é capitulado como crime contra o patrimônio (Título II, Capítulo VI, Artigo 171), sendo definido como “obter, para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento”.


De acordo com a autoridade policial, pelo menos dois casos de estelionato são registrados por dia na Seccional de Policia Civil em Parauapebas, porém, os números podem ser maiores, tendo em vista que muitas pessoas acabam caindo em golpes e não registram Boletim de Ocorrência (B.O).

“Esses golpes são a nível nacional e em muitas vezes os golpistas estão em outras regiões do Brasil. O aplicativo OLX é campeão de casos, onde devido à grande procurar por populares, os estelionatários agem com golpes variados, usando até mesmo mais de uma pessoa para facilitar a conclusão das ações criminosas”, relata Yanna Azevedo, alertando que um dos golpes mais comuns está relacionado à venda de veículos que estão em outras cidades. “Os estelionatários induzem as pessoas a transferir uma entrada do valor, para que o veículo seja trago até Parauapebas, e é neste momento que o golpe é concretizado”.

Ainda de acordo com a delegada Yanna Azevedo, as pessoas precisam ter mais prudência quando for fechar qualquer tipo de negociação pela internet ou em aplicativos de compra e venda. “Nada vem fácil. Precisamos ter cuidado para não cair na ganância, e antes de fechar algum tipo de negócio, que possamos optar por métodos seguros e usar os instrumentos legais”, enfoca a delegada, dando como exemplo outros crimes comuns praticados por estelionatários em Parauapebas, como o golpe do sequestro; Parente que está vindo de outra cidade e o carro quebra na estrada; Bilhete premiado, entre outros.

Engenharia social

Engenharia social é termo utilizado para descrever um método de ataque, onde alguém faz uso da persuasão, muitas vezes abusando da ingenuidade ou confiança do usuário, para obter informações que podem ser utilizadas para ter acesso não autorizado a computadores ou informações.

Os dois primeiros exemplos apresentam casos onde foram utilizadas mensagens de e-mail. O último exemplo apresenta um ataque realizado por telefone.

Exemplo 1: Você recebe uma mensagem e-mail, onde o remetente é o gerente ou alguém em nome do departamento de suporte do seu banco. Na mensagem ele diz que o serviço de internet Banking está apresentando algum problema e que tal problema pode ser corrigido se você executar o aplicativo que está anexado à mensagem. A execução deste aplicativo apresenta uma tela análoga àquela que você utiliza para ter acesso a conta bancária, aguardando que você digite sua senha. Na verdade, este aplicativo está preparado para furtar sua senha de acesso a conta bancária e enviá-la para o atacante.

Exemplo 2: Você recebe uma mensagem de e-mail, dizendo que seu computador está infectado por um vírus. A mensagem sugere que você instale uma ferramenta disponível em um site da internet, para eliminar o vírus de seu computador. A real função desta ferramenta não é eliminar um vírus, mas sim permitir que alguém tenha acesso ao seu computador e a todos os dados nele armazenados. Exemplo 3: algum desconhecido liga para a sua casa e diz ser do suporte técnico do seu provedor. Nesta ligação ele diz que sua conexão com a internet está apresentando algum problema e, então, pede sua senha para corrigi-lo. Caso você entregue sua senha, este suposto técnico poderá realizar uma infinidade de atividades maliciosas, utilizando a sua conta de acesso a internet e, portanto, relacionando tais atividades ao seu nome.

Estes casos mostram ataques típicos de engenharia social, pois os discursos apresentados nos exemplos procuram induzir o usuário a realizar alguma tarefa e o sucesso do ataque depende única e exclusivamente da decisão do usuário em fornecer informações sensíveis ou executar programas.

Publicidade

Veja
Também