Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Dono de restaurante se manifesta contra ação da SEMURB e titular da pasta esclarece os fatos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a semana passada, um empreendedor do ramo de alimentação, inconformado por ser orientado pela Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMURB) a não mais abrir seu restaurante no horário do almoço, mandou fazer uma faixa em protesto e a fixou nas dependências do seu estabelecimento que fica localizado na Praça de Alimentação do Mercado Municipal, no bairro Rio Verde, em Parauapebas.

De acordo com o empreendedor, há cinco anos ele comercializa alimentos na parte do dia, no horário do almoço e também na parte da noite, porém, desde o final do ano passado, que técnicos da Secretaria Municipal de Urbanismo estariam o orientando a abrir o estabelecimento apenas na parte da noite.


Trata-se do Restaurante Tempero Mineiro, que, diga-se de passagem, é um dos mais frequentados naquele local. Segundo o empreendedor Luciano Vale, a determinação da Secretaria de Urbanismo é lamentável, tendo em vista que além da imensa clientela que será prejudicada, seus funcionários podem perder seus respectivos empregos.

Por outro lado, Edmar Cruz Lima, secretário municipal de Urbanismo de Parauapebas, deu a sua versão sobre a polêmica. “Existe um acordo entre os vendedores de comida da parte interna do Mercado Municipal de Parauapebas, com os vendedores da Praça de Alimentação, no qual, os internos vendem durante o dia e os da Praça, durante a noite. Três dos vendedores externos não cumprem este acordo. Todos foram notificados a revalidarem suas respectivas licenças. Acredito que os fiscais devam ter mencionado sobre o acordo. A situação requer uma reunião com os interessados para reavaliar e tomar as decisões que possam atender a vontade da maioria de forma democrática. Isto, estaremos fazendo nessa semana. Chegaremos a um acordo, pois assim é o nosso governo: popular e democrático”, relatou Edmar.

Nossa equipe de reportagens continuará acompanhando o caso e trará mais informações a qualquer momento.

Publicidade

Veja
Também