Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

É de Parauapebas o atual campeão nacional peso pesado do Jungle Fight

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Roger The Tiger já está na história do maior evento de MMA da América Latina

O atleta Rogger The Tiger já acumula seis vitórias em seis lutas na carreira profissional. Aos 28 anos já é detentor do cinturão da categoria Peso Pesado do maior evento de MMA (Artes Marciais Mistas) da América Latina, o Jungle Fight. Especialista no Muay Thai, Rogger teve a oportunidade de encaixar uma guilhotina já no terceiro round, obrigando o adversário a desistir do combate.


Rogger tenta explicar o sentimento depois que o anunciaram e entregaram a ele o cinturão.
“Passou um filme da minha vida inteira. Tantas coisas para falar, tantas pessoas para agradecer. E eu mesmo não estava acreditando diante das porradas que levei lá dentro. Lembro que não estava aguentando ficar em pé. E não era de cansaço e sim de muita emoção”, relata Rogger.

A conquista histórica foi em julho do ano passado, na 91ª edição do evento sediado em Contagem, Minas Gerais. Mas, foi agora no início de 2018 que o campeão esteve em Parauapebas e pôde comemorar o título ao lado de familiares e da equipe da academia Ação e Reação. Foi aqui que ele treinou incansavelmente e encontrou pessoas que acreditaram em seu potencial, principalmente nos momentos mais difíceis de sua vida.

“O que posso dizer é que todos merecemos uma segunda chance. Às vezes, a falta de oportunidade faz com que muitas pessoas se percam na vida, sejam marginalizadas pela sociedade. É preciso que tenham pessoas que acreditem no próximo, que estendam a mão. A partir dessa atitude, é possível sonhar com um caminho de conquistas”, relata o campeão.

Orgulho e inspiração. Esses são alguns dos sentimentos relatados pelo Sensei Cleiton diante da história de superação de Rogger.
“O Rogger é um exemplo de milhares de pessoas que precisam apenas de oportunidades e de pessoas que acreditem em seu potencial. Que muitos jovens possam se espelhar e seguir em busca de seus objetivos”, relata o sensei.

De Parauapebas para o mundo

Rogger chegou a lutar em competições amadoras em Parauapebas e em outras cidades, mas com o objetivo de dar início a uma carreira profissional decidiu em 2013 ir morar em Patos de Minas onde começou a treinar com a Equipe Nova União.

Ele chegou a ir para o Rio de Janeiro onde teve a oportunidade de treinar com José Aldo e Junior Cigano, dois grandes nomes do MMA na atualidade. Ao longo de sua preparação, foi ganhando preparo e experiência.

“Não passava do primeiro round nas minhas lutas e tudo por nocaute. Até que cheguei num evento de Minas Gerais e peguei um grande adversário que era ex-participante do UFC e consegui ter êxito no primeiro round por nocaute. Com essa vitória veio o convite para lutar em busca do cinturão do Jungle”, conta o campeão.

Ainda de acordo com o campeão, para pensar numa carreira profissional é preciso que o atleta viaje para outros estados, para estar mais próximos das grandes equipes e eventos de MMA.

“O próprio Estado não te dá essa oportunidade são muitos atletas que surgem e as vezes você não consegue se destacar tanto. Já quando você vai pra fora é possível mostrar o seu trabalho devido ao mercado que é bem mais amplo. E graças a Deus estou conseguindo subir degrau por degrau. É preciso ter muito foco e determinação”, detalha Rogger.

 

Futuro do campeão

Rogger está se recuperando de uma lesão no dedo ocasionada durante um treino. Mas, os seus empresários: Wallid Ismail e Ricardo Carlini já cuidam do futuro do campeão. O próximo desafio já deverá ser a defesa do cinturão.

Sobre Jungle Fight

O Jungle Fight foi criado em 2003 pelo empresário Wallid Ismail, que foi oito vezes campeão brasileiro de Jiu-Jitsu, ex-campeão mundial de Vale Tudo.

O Jungle Fight tem sido descrito como “o melhor evento de MMA em todo o Brasil e América Latina”. O Jungle Fight se popularizou e hoje tem transmissão ao vivo na TV aberta (BAND), no canal por assinatura Band Sports e nos Estados Unidos é transmitido pelo ESPN3 e ESPN Deportes.

Atletas de alta performance projetaram suas carreiras no Jungle Fight, como: José Aldo, Lyoto Machida, Fabrício Werdum, Renan Barão e Rogério Minotouro.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também