Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Educadora da Semed lança livro sobre formação de professores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em Parauapebas, que fechou 2013 com o quarto melhor índice de desenvolvimento da educação, conforme dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), um verdadeiro celeiro de conhecimento está em construção, com alunos premiados, educadores consagrados e uma gestão da educação de referência nacional.

A novidade, desta vez, é o lançamento do livro Formação Inicial de Professores de Educação Infantil: Que Formação É Essa? da pesquisadora e educadora Maria da Paixão Gois Febronio, lotada na Diretoria Técnica-Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e cujo trabalho foi garimpado e reconhecido por uma editora internacional, a alemã Novas Edições Acadêmicas (NEA).


O livro de Maria da Paixão, lançado durante a formação continuada dos técnicos pedagógicos da Semed, sob a apreciação de mais de 80 educadores, partiu de extensa pesquisa de campo realizada pela autora durante a confecção de sua dissertação de mestrado, defendida em fevereiro de 2010. O livro busca compreender a concepção que professores – ainda em fase de formação – têm sobre sua formação. Pretende também identificar o quão preparados eles se sentem para o exercício profissional, como também, traz reflexões e ponderações sobre o fato de que a contribuição do curso de Pedagogia à formação de professores da Educação Infantil é, ainda, parcial e restrita.

Segundo a autora, as várias discussões suscitadas em sua obra são apresentadas à universitários, docentes e pesquisadores da área a partir da percepção de alunos dos últimos anos do curso. “As questões elencadas, sob o prisma da formação acadêmica em Pedagogia, possibilitam a construção de projetos inovadores de formação inicial superando a dicotomia entre teoria e prática”, explica Paixão. Todas as considerações têm impacto sobre a vida do aluno da educação infantil, que conceberá suas bases de formação educacional consoante a preparação daquele que o educou, lá na primeira escola.

A secretária municipal de Educação, Juliana de Souza, tece elogios à publicação de Maria da Paixão. “É uma obra de extremo valor para a educação em razão da profundidade da abordagem, que, para além da percepção das práticas de futuros pedagogos, tem um raio de impacto ainda mais amplo, já que a formação dos pedagogos terá consequências diretas na educação de nossas crianças. É um orgulho para nós, da Semed, termos uma servidora da casa lançando um livro e difundindo uma reflexão crítica e científica tão importante para o fazer educativo”, ressalta a secretária.

SOBRE A AUTORA
Servidora da Semed há quatro anos, Maria da Paixão Gois Febronio é mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Santos (UniSantos); bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); especialista em Psicopedagogia Institucional pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas; e graduada em Pedagogia (habilitação em Educação Infantil) pela Associação de Ensino e Cultura Faculdade Pio Décimo. Ela já integrou o grupo de pesquisas “Práticas Pedagógicas: Pesquisa e Formação”, da linha Formação e Profissionalização Docente, e tem artigos publicados até na renomada plataforma Scielo.

Reportagem: Messania Cardoso
Foto: Luzandra Vilhena

Publicidade

Veja
Também