Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Eleições no Pará têm 928 candidatos inabilitados, diz TRE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que 928 candidatos aos cargos de prefeito (14), vice-prefeito (25) e vereador (889) foram declarados inaptos para a disputa pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA). Eles não tiveram os seus nomes habilitados votação na urna eletrônica e, caso o eleitor digite o número de qualquer um deles, o voto será nulo. Desses, 584 tiveram as candidaturas indeferidas, 337 renunciaram e sete registros foram cancelados.

Outros 1.270 candidatos estão aptos para o pleito eleitoral, porém vão concorrer com seus registros indeferidos com recurso na justiça. Ou seja, o eleitor poderá votar nesses nomes porque eles já estão no sistema das urnas eletrônicas, fechado na sexta-feira, 16, porém esses votos serão anulados se a Justiça eleitoral mantiver a decisão de que esses candidatos não reúnem as condições necessárias ao registro.


São 745 candidatos com a situação de registro indeferido com recurso, 162 deferido com recurso, 368 pendente de julgamento e cinco cancelados com recurso. Os principais motivos para o indeferimento no Estado são a ausência de documentação, irregularidades dentro dos partidos, a classificação do político como ficha suja, abuso de poder, compra de voto ou até o cumprimento de penas por crimes como furto qualificado.

Em todo o País, são 20.476 candidatos inaptos e 21.255 que concorrem aguardando a decisão da justiça eleitoral. A menos de 15 dias para as eleições, o TSE avalia que os tribunais eleitorais correm contra o tempo para julgar todos os casos. No entanto, devido ao volume elevado de processos, muitos candidatos podem ir para a disputa sem ter a situação regularizada junto ao TRE.

“Enquanto a situação estiver em recurso, o candidato pode ir para a urna. Se ele obtiver votos para ser eleito nessa situação, o julgamento deverá acontecer antes de ele ser proclamado. No caso da impossibilidade de o candidato assumir, é necessária a realização de uma segunda eleição”, explica a assessoria de comunicação do TSE.

Os dados atualizados do site DivulgaCand 2016, do TSE, apontam 20.605 candidatos na disputa eleitoral do Pará. São 19.680 postulantes a uma das 1.734 vagas de vereador (concorrência de 11,24 candidato por vaga), 549 opções para as 144 prefeituras do Estado (3,81) e 561 para vice-prefeito (3,89). A maioria deles (7.717) possui apenas o ensino médio e quanto a profissão se destacam os números de agricultores (2.016) e comerciantes (1.193).

A consulta ao nomes dos candidatos considerados inaptos só pode ser realizada de forma individual, por meio do sistema de Divulgação de Candidaturas do TSE, o DivulgaCand 2016.

Reportagem: ORM News

Publicidade

Veja
Também