Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em 515 testes de HIV realizados em Parauapebas, 12 resultados positivos foram confirmados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas (Semsa) prorrogou a campanha de combate à Aids até o 16 de dezembro com o objetivo de alcançar a realização de 1.000 testes rápidos de HIV. No dia primeiro de dezembro, data alusiva ao Combate Mundial à Aids, foram realizados 515 testes dos quais 12 tiveram resultado positivo para o vírus.

Cinco pontos de atendimento para realização dos testes rápidos foram focados no dia primeiro: Escola Municipal Primavera (no bairro Primavera), onde foram realizados 110 testes, Escola Mário Lago (na VS 10), com 85 testes realizados e Unidades de Saúde Tropical, Liberdade II e Palmares que realizaram 41, 64 e 216 testes respectivamente.


A continuidade da campanha é fundamental para alcançar a meta por esse motivo a equipe do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) programou ações pontuais, nesta quinta-feira (03), por exemplo, os servidores que atuam no Fórum Municipal terão a oportunidade de realizar o teste.

“A campanha para nós foi um sucesso, porque ela foi aceita pela comunidade, no dia seguinte nossa unidade lotou, estendemos a campanha porque a procura foi boa. Esperamos agora ultrapassar os mil testes”, avaliou o coordenador do CTA, Alan Weberth de Miranda.

Importância do Teste

Ter um diagnóstico positivo do HIV precocemente permite que o paciente comece o seu tratamento no momento certo e tenha uma melhor qualidade de vida. Além disso, mães soropositivas podem aumentar suas chances de terem filhos sem o HIV, se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto.

Os testes rápidos são realizados a partir da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. O sangue é colocado em dois dispositivos de testagem e para chegar ao resultado, o profissional que realiza o teste segue um fluxo determinado cientificamente. Se os dois dispositivos tiverem os mesmos resultados, o diagnóstico já é fechado.

Porém, se houver discordância entre os resultados, é feito outro teste com um terceiro para confirmação. Assim, o resultado tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório. Esse método permite que, em apenas meia hora, o paciente faça o teste, conheça o resultado e receba o serviço de aconselhamento necessário.

Reportagem: Karine Gomes

Publicidade

Veja
Também