Single Posts
Confirmados
26.267
Single Posts
Recuperados
15.327
Single Posts
Óbitos
177

 Publicidade

Em duas sessões no mesmo dia, Câmara aprova reajuste salarial para servidores públicos municipais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Depois de muita polêmica e troca de “farpas” entre vereadores da base do governo, oposição e Prefeitura Municipal de Parauapebas, enfim os projetos de reajustes salariais para servidores da Câmara e Prefeitura foram aprovados.

Mas nem tudo ocorreu nas “mil maravilhas”, tendo em vista que foram necessárias duas sessões, sendo uma ordinária e outra extraordinária em um mesmo dia para aprovar o que há dias os servidores municipais dos Poderes Executivo e Legislativo, respectivamente, exigiam.


Na primeira sessão foi posta em discussão os respectivos projetos e o único ponto discordante entre maioria dos vereadores foi o caso de que os servidores concursados e contratados teriam reajuste maior do que os comissionados, mas apesar disso votaram a favor, sendo aprovados os Projetos de Lei que dispõem sobre o reajuste salarial e o aumento do valor do Vale Alimentação dos servidores públicos municipais da prefeitura e da Câmara de Parauapebas.

As propostas foram aprovadas nesta terça-feira, 28, em duas sessões da Câmara, quando ficou o reajuste aprovado de 10% sobre o salário base dos efetivos e contratados, e 6,59% para os nomeados (comissionados). Já o Vale Alimentação passou de R$ 350,00 para R$ 400,00. Ambos retroativos a janeiro.

Na oportunidade, os vereadores também aprovaram documento que autoriza a presidência da Casa de Leis a contratar empresa para que os servidores da Câmara possam contar com plano de saúde particular.
Vale ressaltar que o projeto foi apenas para servidores da Câmara Municipal serem beneficiados, a Prefeitura não enviou nenhum projeto para que seus funcionários contem com plano de saúde.

Presença popular

O auditório da Câmara Municipal de Parauapebas estava lotado de servidores na expectativa de pressionar os vereadores a pôr na pauta e votar o reajuste que já era aguardado há dias. A manifestação foi passiva e silenciosa com exibição de faixas e cartazes apelativos à aprovação.

Reportagem e fotos: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também