Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, condutor se desespera e pede desculpas após atropelamento que matou pedestre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

No começo da noite da última terça-feira (28), Reginaldo do Nascimento, de 58 anos, morreu atropelado em Parauapebas, no sudeste paraense. Ele foi atingido por um carro quando caminhava pela rua, sendo que o motorista alega que perdeu o controle e, ainda que muito nervoso, prestou socorro e se apresentou à polícia.

O 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que atendeu a ocorrência, contou que o caso foi por volta das 19h00, na Rua Nicodemos, Bairro Betânia. O carro, modelo Chevrolet Celta, preto, seguia pela rua quando acabou atingindo Reginaldo.


À polícia, Marcelo Silva contou que perdeu o controle de seu carro. Ele teria se surpreendido com um cavalete na pista e, ao desviar, perdeu o controle e atingiu o pedestre. O condutor, identificado como Marcelo Silva, ficou no local após o atropelamento e, segundo a PM, estava em estado de choque, bastante abalado com o que tinha acontecido. Foi ele mesmo quem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), que foi ao local e constatou a morte de Reginaldo.

Marcelo ficou muito abalado durante todo o atendimento da ocorrência, e pediu perdão pelo que havia feito, ainda que tenha alegado que foi de forma totalmente acidental.

O homem que foi atropelado não trazia nenhum documento consigo, e o corpo só foi identificado com a chegada de parentes. Com a chegada da Polícia Civil ao local, o motorista foi encaminhado à Delegacia, onde prestou esclarecimento e foi indiciado por crime de trânsito – homicídio culposo (sem intenção de matar). O corpo de Reginaldo foi removido ao Núcleo Avançado de Parauapebas do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

Publicidade

Veja
Também