Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Em Parauapebas, foragidos da Justiça são presos quando estavam indo cometer homicídio

Foi durante a “Operação Carajás”, neste domingo (20), que agentes da Ronda Ostensiva Motorizada (ROMO) da Guarda Municipal de Parauapebas (GMP) e policiais militares do batalhão rodoviário, prenderam e apresentaram na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, Lucas Abreu Lima, vulgo “Fuzileiro do 15”, de 21 anos de idade e Thiago de Aquino Bastos, de 27 anos.

Conforme consta na ocorrência policial, os órgãos de segurança estavam realizando barreira de fiscalização na Rua Rogério CardosoBairro Liberdade, nas imediações de uma caixa d’água, quando avistaram dois indivíduos em atitude suspeita trafegando em uma motocicleta Honda Bros, vermelha. De imediato, os agentes deram voz de parada, entretanto, a dupla não obedeceu e empreendeu fuga, porém não foi muito longe e acabou sendo alcançada pela guarnição da Guarda Municipal, aonde os suspeitos foram revistados, e em posse de Thiago de Aquino estava uma arma de fogo, calibre 32, além de seis munições intactas e uma substância de maconha pesando aproximadamente um grama.

Ainda de acordo com as informações que constam em Boletim de Ocorrência, Lucas Abreu estava conduzindo uma motocicleta que foi consultada e constatado que a mesma possuía restrição de furto/roubo. Na ocasião, ele teria confessado aos agentes que em sua residência havia uma quantidade de entorpecentes, porém em seguida, a namorada de Lucas Abreu teria comparecido na delegacia e entregue um tablete de maconha pesando 27 gramas.

Os acusados teriam afirmado que no momento que foram abordados,  estavam indo matar membros de facção criminosa. Diante do flagrante, os acusados foram conduzidos para a unidade policial.

Mandados de prisão:

Na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, a equipe plantonista constatou através do sistema da Justiça que contra Lucas Abreu havia dois mandados de prisão em aberto pelo crime de homicídio, conforme previsto no artigo 121 do código penal brasileiro, ambos expedidos pela 2ª Vara Criminal de Parauapebas.

Já contra Thiago de Aquino foi confirmado que havia um mandado de prisão pelo crime de assalto à mão armada, previsto no artigo 157.

Mediante dos fatos, os policiais civis deram cumprimento aos mandados de prisão que estavam em aberto.

Na manhã desta segunda-feira (21), os acusados foram encaminhados para o Sistema Penitenciário, onde responderão pelos crimes cometidos.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário